Moscovo e São Petersburgo são duas cidades conhecidas pela arquitetura deslumbrante que reveste suas ruas, mas a maioria das pessoas provavelmente não sabe que existe todo um outro mundo de luxo histórico escondido no subsolo.

 

O metro de Moscovo e São Petersburgo foi um dos projetos mais extravagantes e ambiciosos da União Soviética a partir de 1935. Josef Stalin pediu aos seus arquitetos para construir um "futuro brilhante" através de seus projetos. Estas estações são revestidas com mármore polido e lustres, destinados a imitar um sol artificial subterrâneo.

Naturalmente, o objetivo de Stalin era propaganda pura para o mundo e um lembrete para os cidadãos de Rússia, lembrando que seus sacrifícios tinham sido recompensados pelo regime. Ainda hoje, muitas das estações apresentam bustos de Lenin e outros líderes soviéticos, juntamente com murais que defendem a URSS.