"Eu creio que estamos perante uma janela de oportunidades muito importante, porque os dados que temos da Eurorregião EUROACE (agrupamento integrado pelas regiões do Alentejo e Centro de Portugal e da Comunidade Autónoma da Extremadura) é que no ano passado nos visitaram cinco milhões de turistas e [verificaram-se] dez milhões de dormidas", disse Francisco Martin.

O responsável pelo Turismo da Extremadura falava à agência Lusa durante o VI Congresso Europeu de Turismo Rural (COETUR), que decorre até quinta-feira no concelho do Sabugal, no distrito da Guarda.

Segundo Francisco Martin, a Eurorregião tem apostado na promoção do enoturismo e do turismo de natureza, religioso e gastronómico.

No entanto, o responsável considera que é necessário "melhorar a conectividade interna na Eurorregião", destacando a ligação ferroviária de alta velocidade entre Madrid - Extremadura - Lisboa e a finalização da autoestrada Madrid - Lisboa, desde Moraleja (Espanha) até Castelo Branco.

Adiantou que as estimativas apontam que o comboio de alta velocidade (Madrid - Plasencia - Cáceres - Mérida - Badajoz - Évora - Lisboa) levará à Extremadura "mais um milhão de turistas e mais dois milhões de dormidas".

Com o aumento do fluxo turístico prevê que sejam criados "dez mil novos empregos diretos", que se juntam aos 91 mil já existentes no setor.

"O turismo é uma das ferramentas imprescindíveis para lutar contra o despovoamento destes territórios do Interior e para se ter esperança futura e perspetiva de vida", assumiu o diretor geral do Turismo da Extremadura.

Um estudo do Observatório do Turismo Rural relativo a 2018, sobre o setor do turismo rural em Portugal, focado no comportamento dos viajantes espanhóis, refere que 68% dos inquiridos "visitaram terras portuguesas uma vez na vida".

O documento, hoje divulgado no âmbito do COETUR, revela também que a popularidade de Portugal como destino turístico está a seguir uma "tendência crescente entre todos os viajantes espanhóis".

Segundo o estudo, há três comunidades autónomas que emitem mais de 30% de viajantes na categoria rural: Galiza, Ilhas Canárias e Extremadura, com 40%, 38% e 35% respetivamente.

O Observatório do Turismo Rural é uma iniciativa de investigação conjunta desenvolvida pela EscapadaRural.com, pela EUHTCETT-UB e pela Netquest, que gera conhecimento e faculta informação de valor sobre o setor do turismo rural em Portugal e Espanha.

O VI COETUR, que junta portugueses e espanhóis no concelho do Sabugal, decorre até quinta-feira com o mote "Destino Ibérico, Turismo Rural aquém e além-fronteiras".

O evento é organizado pela Escapada Rural, em colaboração com a Rede das Aldeias Históricas de Portugal e o município do Sabugal, com apoio institucional do Turismo do Centro e do Turismo de Portugal.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.