"O Turismo de Portugal teima em não apoiar financeiramente o fórum [Vê Portugal]. Acredito que se faça justiça em 2019", afirmou o presidente do Turismo Centro Portugal, Pedro Machado.

O responsável, que falava durante uma conferência de imprensa para apresentação do VI Fórum “Vê Portugal”, adiantou que ainda não sabe se a edição deste ano vai ser ou não financiada pelo Turismo de Portugal.

Questionado sobre as justificações para a falta de financiamento a este fórum nas anteriores cinco edições, Pedro Machado disse que o Turismo de Portugal "entendeu que [o fórum] não era um investimento prioritário”.

“Nós achamos que é, mas eles acham que não", acrescentou.

Numa iniciativa do Turismo Centro, a sexta edição do fórum "Vê Portugal" decorre este ano em Castelo Branco, em 21 e 22 de maio.

Segundo Pedro Machado, a sexta edição vai ter novidades e culminará "com um final feliz" porque, pela primeira vez, vai contar com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no encerramento.

"Este fórum, vai ter, à semelhança dos anteriores, um formato que tem muito a ver com a intervenção e discussão dos temas da atualidade que dizem respeito ao turismo interno", disse.

Pedro Machado explicou ainda que o "Vê Portugal" foi desenhado para se debater a importância do turismo na região Centro.

"O mercado interno, o mercado nacional, é um mercado que está disponível nos 365 dias do ano, o que nos permite projetar, planear e criar condições para que a procura possa existir ao longo do ano e, desta forma, esbatermos problemas estruturais, como a sazonalidade ou a baixa estadia média ou a litoralidade da nossa atividade turística. E, portanto, nós acreditamos que o mercado interno é em primeira instância, um instrumento poderoso para contrariarmos problemas estruturais que tem o país e a região Centro", afirmou.

O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, destacou este evento "vem no momento certo" porque aquele concelho passou a integrar uma região de turismo.

"Não tínhamos caminho feito. Tínhamos que apostar fortemente no turismo. Definimos um caminho. Sabíamos as nossas potencialidades e aquilo que deveríamos valorizar, como a natureza. Mas era pouco e precisamos de outras apostas", disse.

Neste âmbito, a cultura surgiu como uma "aposta importante" do município de Castelo Branco, num primeiro momento, com o investimento em infraestruturas.

"Este fórum acontece na fase de investimento na promoção de Castelo Branco", concluiu.

O VI Fórum "Vê Portugal", uma iniciativa anual do Turismo Centro de Portugal, junta especialistas de várias áreas para uma discussão abrangente sobre o presente e o futuro do turismo interno.

Este ano, Castelo Branco sucede a Viseu, Aveiro, Coimbra, Leiria e Guarda, as capitais de distrito que acolheram as edições anteriores.

A iniciativa irá decorrer no Cineteatro Avenida, os sete painéis vão ser preenchidos com especialistas que irão abordar a situação atual do turismo interno.

Temas como "Turismo Cinematográfico - O Cinema ao Serviço do Turismo", "Turismo 4.0 - Portugal, Hub de Inovação Digital", "PROVEREs - Estratégias de Valorização e Promoção", "Turismo no Interior do País - Ativos Diferenciadores", entre outros, vão estar em debate.

Fonte: Lusa

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.