Todos os anos, a 20 de Março, celebra-se o Dia Internacional da Felicidade, que serve como pretexto para o lançamento do Relatório Mundial da Felicidade.

Este relatório, elaborado pela primeira vez em 2012, analisa diversos factores que acredita serem os pilares da felicidade de uma população, nomeadamente o rendimento económico, liberdade, confiança, esperança média de vida, suporte social e generosidade.

Parece estranho que em tempos como este, em que a pandemia de coronavírus ameaça a felicidade de todos nós, se façam este tipo de análises, mas segundo referem os especialistas no relatório, "desafios tão exigentes como este podem ter um efeito potenciador da felicidade em sociedades consideradas saudáveis".

O relatório de 2020 analisou dados referentes a 156 países e, sem grandes surpresas, a Finlândia foi considerado o país mais feliz do mundo, liderando pelo terceiro ano consecutivo.

O top 20 é constituído essencialmente por países europeus, incluindo todos os países nórdicos, contudo, Portugal está bem longe destes, aparecendo apenas no número 59 da tabela.

Ainda assim, podemos ficar felizes, pois estamos no bom caminho, tendo subido 7 lugares relativamente a 2019, ano em ocupávamos a posição número 66.

Clique na fotogaleria acima e confira quais são os vinte países mais felizes do mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.