É já no dia 13 de junho que será possível desfrutar de um espetáculo de Video Mapping com obras de Vieira da Silva, no âmbito de uma iniciativa conjunta da EGEAC - Festas de Lisboa, da Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, da Junta de Freguesia de Santo António e do Centro Colombo.

A Direção Criativa Digital do Vídeo Mapping está a cargo de Oskar & Gaspar e a Curadoria Musical - Banda Sonora de Rodrigo Leão. Cada projeção tem a duração de aproximadamente 10 minutos.

As projeções estão agendadas para as 21:30 e 22:00 horas, no dia 13 de junho, na fachada do Museu, no Jardim das Amoreiras.

video mapping vieira da silva
créditos: Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva e Arte Chegou ao Colombo por Oskar & Gaspar

O espetáculo de Video Mapping antecede a exposição Vieira da Silva. Exposição imersiva na obra da artista, que estará patente no Centro Colombo a partir do dia 26 de junho, no âmbito da iniciativa "A Arte Chegou ao Colombo". É uma exposição que vai reunir 35 obras da artista, apresentadas de forma inédita numa experiência imersiva de digital & media art, concretizada num museu temporário no Centro Colombo.

A exposição inédita assenta num projeto concebido de raiz, que concilia a arte no sentido mais clássico e convencional com o arrojo e disrupção digital. As obras de Vieira da Silva vão ser alvo de animações, efeitos imersivos e desconstruções que vão permitir aos visitantes uma aproximação à arte numa experiência única de cor, texturas e expressão.

O projeto digital está a cargo dos Oskar & Gaspar, um coletivo de profissionais portugueses de artes visuais e multimédia, especializado nas áreas de mapeamento de vídeo, projeção 3D, motion graphics e experiências criativas digitais, com participações em Cannes e com projeção internacional, nomeadamente com um projeto no America’s Got Talent, que lhes deu muito reconhecimento.

A 9ª edição de «A Arte Chegou ao Colombo» em parceria com a Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, que participou na seleção das obras que vão estar em exposição, garantindo a qualidade, representatividade do percurso e o respeito pela integridade da obra da artista. No ano em que a abertura do Museu ao público comemora 25 anos, a Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva e o Centro Colombo dão as mãos para celebrar uma das mais notáveis artistas portuguesas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.