Apesar das autoridades pedirem incessantemente que Freya, uma jovem morsa de cerca de 600 quilos, não seja perturbada, os curiosos continuam a aproximar-se dela, explicou a Direção de Pesca norueguesa em comunicado.

"O comportamento imprudente do público e a desobediência às recomendações das autoridades podem colocar vidas em perigo", disse a porta-voz da Direção, Nadia Jdaini.

Convertida desde a aparição no fiorde da capital norueguesa a 17 de julho na estrela do verão, Freya (batizada em homenagem a uma deusa do amor e da beleza na mitologia nórdica) foi filmada a caçar pássaros e a dormir em cima de barcos que afundavam devido ao peso.

As morsas, que podem dormir até 20 horas por dia, normalmente vivem em latitudes mais a norte, no Ártico. Mas, apesar dos avisos, o animal continua a ser incomodado por curiosos, que nadam perto do mesmo e que se aproximam muito para o fotografar, disse a Direção de Pescas.

"O seu bem-estar diminuiu claramente. A morsa não está a descansar o suficiente e é considerada stressada pelos especialistas", explicou Jdaini.

"Agora estamos a estudar medidas adicionais. E a eutanásia é uma alternativa real", acrescentou.

A morsa, espécie protegida, alimenta-se principalmente de invertebrados como moluscos, camarões, caranguejos e pequenos peixes. Embora, de acordo com as autoridades, não seja uma ameaça para os humanos, pode atacar se sentir ameaçada.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.