Em comunicado, aquele ramo das Forças Armadas refere que o navio-escola vai sair na manhã de domingo do terminal de cruzeiros de Santa Apolónia e o seu regresso à capital portuguesa está marcado para 10 de janeiro de 2021.

Durante a viagem, enquadrada no programa das comemorações do V Centenário da Circum-Navegação de Fernão de Magalhães, o navio vai passar por 22 portos de 19 países diferentes, estando previsto que visite 12 cidades da rede Mundial de Cidades Magalhânicas, estima a Marinha.

O navio-escola Sagres fará também escala em Tóquio, durante os Jogos Olímpicos, para ser a casa de Portugal durante aquela competição, à semelhança do que já aconteceu no Rio2016.

Na apresentação da viagem, em meados de dezembro, o comandante do navio-escola, Maurício Camilo, assinalou que esta “é a viagem maior em duração e em distância dos 82 anos de história do navio, e vai ter também a maior tirada da história do navio, que serão 32 dias a navegar, entre o Taiti e Punta Arenas”.

Durante a viagem, o NRP Sagres vai participar também nas comemorações da Descoberta do Estreito de Magalhães, em Punta Arenas (Chile) e vai efetuar navegação conjunta com o navio “Juan Sebastian Elcano”.

A cerimónia do domingo será presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e estarão igualmente presentes os ministros da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho e do Mar, Ricardo Serrão Santos, bem como secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.