Segundo a autarquia liderada por Álvaro Amaro (PSD), a campanha iniciada na terça-feira, no âmbito das comemorações do 819.º aniversário da atribuição do foral pelo rei Dom Sancho I, tem por lema "Guarda-me: Uma Rota para Fazermos Juntos".

"Com o turismo a aparecer como um dos setores em crescimento na economia do país e com a região Centro a surgir como a que mais cresceu neste setor, em 2018, o município da Guarda aposta na genuinidade do território, divulgando a Guarda como um destino de muitas experiências", refere a autarquia em comunicado.

A rota, que tem na cidade o ponto de partida e de chegada, é direcionada "para quem procura novos destinos" turísticos.

"Para além de se encontrar no centro do país, o que a torna uma zona de fácil acesso, de norte a sul, e de ser uma boa porta de entrada para Portugal, a Guarda tem à sua volta uma enorme diversidade de atrações turísticas, sendo possível visitar desde aldeias históricas a judiarias, desde praias fluviais a uma estância de ski e sempre com uma gastronomia rica, onde quer que estejamos", lê-se.

A Guarda "alia natureza, cultura, gastronomia, saúde e lazer, promovendo conhecimento e bem-estar, proporcionando experiências diferentes e únicas", acrescenta o comunicado.

Segundo a nota, a cidade "tem todas estas potencialidades", por isso surge a campanha turística para a promover "como ponto de partida para experiências memoráveis".

A campanha "Guarda-me: Uma Rota para Fazermos Juntos" é feita através de jornais, ‘outdoors' e ‘mupis' e também marcará presença ‘online', nomeadamente nas redes sociais Facebook e Instagram e na página da internet www.guardame.pt.

"Estas plataformas servirão de barómetro, direcionando e captando novos fluxos turísticos para a cidade, concelho e região, numa lógica de território, à semelhança do trabalho coletivo da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027", remata a fonte.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.