Enquanto as praias de Los Angeles estão fechadas, os municípios vizinhos de Orange e Ventura mantêm-nas abertas sob a condição de que se mantenha o distanciamento social.

As areias foram tomadas por banhistas que aproveitavam as temperaturas acima de 30 graus, o que o governador Gavin Newsom classificou como "um bom exemplo do que não queremos ver, do que não fazer se quisermos continuar o importante progresso feito nas últimas semanas".

"A verdade é que estamos a algumas semanas e não a meses de fazer mudanças significativas e mensuráveis na ordem de confinamento", disse o governador numa entrevista através das redes sociais. "É uma projeção que, no entanto, é movida por dados, por comportamentos".

A maioria não usava máscaras, mas cumpria ordens de distanciamento social, informou a polícia local, que emitiu avisos, mas não multas.

As autoridades disseram que nem todos usavam máscaras, mas tentavam manter o distanciamento. Contudo, o conselho municipal de Newport Beach (Orange), vai reunir hoje para decidir se encerra as praias, após o "impacto significativo" que teve "o volume de visitantes" na cidade.

Ao contrário de outros estados americanos, a Califórnia implementou rapidamente medidas de contenção generalizadas, que ajudaram a impedir a propagação da COVID-19 e a superlotação nos hospitais, essencial para evitar muitas mortes, segundo especialistas.

Até o momento, quase 45.000 casos e 1.753 mortes foram registados na Califórnia, um número relativamente modesto para o estado que foi um dos principais impactados pela crise de saúde.

Nota da redação: a imagem utilizada no artigo é de arquivo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.