Vários estudos já vieram dizer que a geração milénio decide o seu próximo destino para uma viagem com base no quanto instagramável poderá ser, com o objetivo de tirar aquela foto que vai fazer inveja ao grupo de amigos quando publicada nas redes sociais. Com a ânsia de tirar a foto perfeita, será que estes viajantes veem de facto as atrações?

Com o objetivo de responder a esta pergunta, a imobiliária Bayut, localizada nos Emirados Árabes Unidos, resolveu conduzir um inquérito a 132 americanos e britânicos, pedindo-lhes que desenhassem de memória 12 das atrações mais emblemáticas. Desde a Estátua da Liberdade, Torre Eiffel, Palm Jumeirah até ao Big Ben, os desenhos revelam quem realmente conhece as atrações.

Considerando que a cidade de Nova Iorque é uma das mais visitadas do mundo, a Estátua da Liberdade foi o marco mais memorável de acordo com o estudo. Em média os participantes obtiveram uma classificação de 4,7 (em 10), enquanto que mais de 42% fizeram “bons desenhos” e menos de 2% tiveram dificuldade em captar a imagem da famosa estátua.

estudo desenhar atraçao iconica
créditos: www.bayut.com

A Torre Eiffel (pontuação média de precisão de 4,0), o Taj Mahal (4,0), o Partenon na Grécia (3,5) e a Ópera de Sydney (3,2) também obtiveram as melhores pontuações.

Embora o Dubai tenha recebido 16 milhões de visitantes em 2018, os marcos do Médio Oriente foram os que se revelaram mais difíceis para os participantes do estudo.

Os americanos foram os participantes que obtiveram as pontuações mais altas nos seus desenhos (67%) em comparação com os do Reino Unido (33%).

Os participantes do Reino Unido superaram os dos Estados Unidos ao serem convidados a recriar quatro dos pontos turísticos mais emblemáticos do mundo: o Partenon na Grécia, as Grandes Pirâmides de Gizé e a Esfinge no Egipto, o Cristo Redentor no Brasil e o Burj Khalifa no Dubai.

Por outro lado, além da Golden Gate Bridge e da Estátua da Liberdade, os americanos foram os que conseguiram desenhar imagens mais fiéis do Big Ben, em Londres.

estudo desenhar atraçao
créditos: www.bayut.com

No geral, foram atrações como o Cristo Redentor (14% dos residentes no Reino Unido e 19% dos americanos), o Partenon (33% e 24%), Palm Jumeirah (39% e 56%) e Burj Khalifa (22% e 52%). que apresentaram maiores dificuldades aos participantes do estudo, revelando maiores espaços em branco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.