O que o futuro traz às cidades? A Trienal de Bruges convidou artistas e arquitetos internacionais para pensar sobre esta e outras questões.

Muitos deles foram buscar a sua inspiração na liquidez da cidade, que é literalmente atravessada e cercada por água.

As vias navegáveis que outrora deram a Bruges a sua reputação internacional tornaram-se uma metáfora para o tema da Trienal, "Liquid City".

Quinze obras de arte, instalações e locais de reunião foram implementados no centro da cidade, formando uma rota hospitaleira que une as pessoas em locais inesperados.

Este é, de facto, um dos objetivos da Trienal de Bruges 2018: gerar encontros, desafiar as pessoas não apenas a ver as obras de arte, mas também a experimentá-las e a tornarem-se parte do processo criativo.

A Trienal é também uma oportunidade para o visitante internacional conhecer a cidade de uma perspetiva diferente.

Fotos: Iwan Baan/Trienal Bruges 2018

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.