No início desta nova década, os países asiáticos estabeleceram firmemente a sua liderança no Henley Passport Index, o ranking original de todos os passaportes do mundo de acordo com o número de destinos que os seus titulares podem aceder sem um visto prévio.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Japão obteve o primeiro lugar no índice, que se baseia em dados exclusivos da International Air Transport Association (IATA, Associação Internacional de Transporte Aéreo). O país obteve uma pontuação de 191 pontos, que representa o número de destinos que podem ser visitados sem necessidade de visto, ou nos quais o visto pode ser obtido à chegada. Singapura manteve o segundo lugar com 190 pontos, enquanto a Coreia do Sul caiu para o terceiro lugar ao lado da Alemanha, com acesso a 189 destinos.

Os EUA e o Reino Unido mantiveram a trajetória descendente. Embora ambos os países permaneçam entre os dez primeiros, o oitavo lugar que dividem representa um declínio significativo em relação à liderança que detinham conjuntamente em 2015.

Finlândia e Itália estão em quarto lugar, com 188 pontos, enquanto Dinamarca, Luxemburgo e Espanha ocupam juntos o quinto posto, com 187 pontos. A história de sucesso do índice continua a pertencer aos Emirados Árabes Unidos, país que subiu uns notáveis 47 degraus nos últimos dez anos e agora está no 18º lugar, com uma pontuação de 171.

O Afeganistão permanece em último lugar no índice, com acesso a apenas 26 destinos no mundo.

Portugal obteve 185 pontos no Índice, ao lado de países como Áustria, Irlanda ou Suíça.

Christian H. Kaelin, presidente da Henley & Partners, afirma que, embora a mobilidade esteja maior do que nunca, os resultados mais recentes também indicam uma divisão crescente quando se trata da liberdade de viajar. "Quem tem passaporte japonês pode ter acesso a 165 destinos a mais do que quem é afegão", observa. "A análise dos nossos dados históricos revela que esta extraordinária diferença de mobilidade global é a mais acentuada desde o início do índice em 2006."

O impacto destes e de outros desenvolvimentos significativos é analisado em profundidade na edição de 2020 do Henley Passport Index and Global Mobility Report – uma publicação exclusiva que oferece análises de qualidade e comentários de importantes estudiosos e especialistas profissionais sobre as últimas tendências que moldam os padrões de mobilidade internacional e regional nos dias de hoje.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.