Para saber quais as cidades que oferecem a melhor rede de transportes públicos numa lógica de sustentabilidade, a Arcadis, empresa de consultoria, analisou 23 indicadores individuais em 100 cidades, divididos em 3 grandes categorias: Pessoas (implicações sociais e humanas dos sistemas de mobilidade, incluindo a qualidade de vida), Planeta (impactos ambientais como energia, poluição e emissões) e Lucro (como a mobilidade influencia o crescimento económico da cidade).

Foram também analisados diversos fatores, tais como o acesso de cadeira de rodas em autocarros e estações de metro, oferta de wi-fi nos transportes públicos, acesso a serviços de transporte, acessibilidade à rede do metro em hora de ponta, emissões de gases, incentivos ao uso de veículos elétricos, tempo de viagem e acessibilidade geral aos transportes públicos.

O estudo refere ainda que as cidades enfrentam atualmente um grande desafio face à mobilidade, tendo em conta a urbanização de rápido crescimento, o envelhecimento das infraestruturas, o crescimento da população e as mudanças climáticas. Por outro lado, sublinha também, que investir em melhores transportes e mais sustentáveis proporcionará às cidades uma maior produtividade, atratividade e qualidade de vida a nível global.

A única cidade portuguesa que consta do ranking global é Lisboa, que ocupa o 32º lugar, com uma avaliação de 53,2% numa escala de 1 a 100.

Hong Kong foi a cidade que melhor desempenho obteve neste ranking, com 65,3%, conquistando assim o primeiro lugar. A pior classificada foi a cidade de Hanoi, com 30,7%.

Conheça as 10 cidades com a melhor rede de transportes públicos do mundo, segundo o estudo da Arcadis:

1. Hong Kong
2. Zurique
3. Paris
4. Seul
5. Praga
6. Viena
7. Londres
8. Singapura
9. Estocolmo
10. Frankfurt

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.