"Devido à falta de pessoas a entrar no parque, vemos animais com mais frequência, os mamíferos grandes, como onças-pintadas, pumas, antas e veados", disse à AFP Gabriel Urruela, guarda do parque nacional El Mirador, em Petén.

Os animais foram "apanhados" pelas câmaras instaladas no El Mirador e partilhadas pelo Conselho Nacional de Áreas Protegidas (Conap) da Guatemala. Nas imagens, os animais andam sem medo e muitos aproximam-se de bebedouros para matar a sede. Também são vistas numerosas aves.

A Guatemala mantém um recolher parcial desde 22 de março para conter a propagação da Covid-19. Segundo dados oficiais, o país registou esta semana cerca de 600 infecções e 16 mortos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.