Assim que o desenho foi encontrado, uma evacuação imediata teve de ser realizada em todo o aeroporto, inclusive quem já tinha embarcado nos aviões e estava prestes a descolar teve que sair.

Além disso, quatro aviões em voo tiveram de pousar do lado militar do aeroporto devido à situação de emergência, enquanto outros voos foram desviados para Amesterdão.

No desenho encontrado era possível ver como uma bomba poderia provocar uma explosão num avião e como ninguém imaginou que a obra era de um menino de 13 anos, as autoridades tiveram que agir. Um cão farejador de explosivos foi levado para revistar o Boeing 737 da Ryanair, já que era o próximo na fila para descolar. Esse mesmo avião acabou por sofrer um atraso de três horas e vinte minutos.

Um porta-voz da Ryanair disse à Express.co.uk: "este voo de Eindhoven para Edimburgo foi adiado antes da descolagem devido a um alerta de segurança".

Assim que as autoridades descobriram que o desenho tinha sido feito pelo menino de 13 anos, acabaram por o questionar sobre a natureza do mesmo. Porém, como era de se esperar, o menino informou que o desenho não era nada a sério e que o fez apenas para passar o tempo.

Os promotores públicos divulgaram que não iriam processar o jovem, visto que tudo não passou de um susto.

Falsas ameaças de bomba podem resultar em grandes multas ou até mesmo penas de prisão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.