A partir de agora, os turistas que passarem mais de três horas no Taj Mahal terão que pagar uma taxa adicional, de acordo com uma circular emitida pelas autoridades, informou a agência de notícias ANI. Anteriormente, os visitantes podiam visitar o monumento de manhã à noite.

Agora o bilhete adquirido só é válido para três horas. Se o turista quiser permanecer mais tempo, terá de validar o bilhete e pagar um extra. Há também outro ponto a ter atenção. Se não chegar à hora programada para entrar, terá de voltar para trás e adquirir novo bilhete.

Além disso, sete portões nas entradas leste e oeste foram instalados para controlar a entrada não autorizada, sendo 5 deles apenas para saídas.

Esta não é a primeira medida das autoridades face ao turismo de massa e preservação do monumento. Em 2008, o número de visitantes por dia foi limitado a 40 mil e os bilhetes também sofreram um aumento de preço, passando de 50 rupias para 250, para residentes, e de 16 dólares para 19, para turistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.