O projeto da Biblioteca Tianjin Binhai é da responsabilidade da MVRDV, uma empresa holandesa que, em conjunto com o Planeamento Urbano e o Instituto do Design de Tianjin, pretendeu dar à cidade um espaço cultural diferente.

O edifício atua não apenas como um centro de educação, mas também como uma ligação cultural ao distrito de Binhai, em Tianjin, China.

Conforme explicado em comunicado, o aspeto oval da entrada, visto de fora, é apoiado pelo "Olho" no interior, uma esfera espelhada que contém um auditório.

Veja aqui fotografias da biblioteca e aprecie a sua arquitetura:

As estantes onduladas de livros contínuas criam uma paisagem topográfica e servem também como escadas, assentos, tetos em camadas e até fazem parte de alguns elementos da fachada.

A biblioteca de aspeto futurista é composta por arcos abobadados, que "serpenteiam" ao longo de todo o espaço.

Os cincos pisos do edifício contém um extenso programa educacional. O nível subterrâneo é ocupado por serviços, armazenamento de livros e arquivo, enquanto que o piso térreo está dirigido às crianças e idosos, para ser de fácil acesso.

Já o primeiro e segundo pisos consistem essencialmente em salas de leitura, livros e salas de estar, e os dois últimos são ocupados por salas de reuniões, escritórios, salas de informática e áudio.

Ao todo são 33.700 metros quadrados onde cabem 1.2 milhões de livros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.