Não é nenhuma surpresa que os visitantes europeus queiram descer esta costa – a capital do ‘Sunshine State’ é abençoada com temperaturas subtropicais que flutuam ao longo do ano a uma média de 20 graus. A mais jovem das cidades americanas emergiu dos pantanais em 1896 e o seu apelido ‘The Magic City’ (‘A Cidade Mágica’) deve-se ao seu rápido crescimento. Hoje é uma metrópole com a impetuosidade da juventude, o glamour do progresso e um misto de história e multiculturalismo. Ponha os óculos de sol, arregace as mangas e junte-se aos festivaleiros que só precisam de uma desculpa para sair à noite.

Seria impróprio visitar Miami e visitar apenas as praias (embora isso seja o ponto alto da viagem). Esta cidade tem um cenário cultural próspero e o Faena Arts District, em Miami Beach, é a grande novidade. É um labirinto que inclui um centro artístico, um hotel, um bazar e um parque. Perto daqui, SoBe (South Beach) é um resort de férias, com meio século de existência – um lugar onde as boutiques vistosas e os carros ainda mais vistosos chocam com o balanço das palmeiras e a doçura dos cafés de praia. Esta área, com mais de 800 edifícios de estilo art deco, pintados em tons pastel, é um paraíso para os apaixonados pela arquitectura e pelo design.

Visite o museu Wolfsonian-FIU e fique a par das últimas tendências. De seguida, visite o mercado de agricultores da Lincoln Road, que ocorre todos os domingos e é um lugar extraordinário para provar os produtos locais. Outro distrito em alta é Wynwood, atualmente palco de uma autêntica renascença epicurista, muito conhecido pelas instalações artísticas de rua, multicoloridas, a fazerem concorrência à zona leste de Londres. Pare no Dr. Smood, beba um sumo gelado e depois prossiga o passeio pelo bairro Little Havana – essencial pela sua história, pelos charutos e um por um certo charme latino-americano que se vai perdendo.

Onde ficar?

O nosso favorito é o hotel neobarroco Nautilus, com uma enorme piscina de água salgada. Ficar no The Raleigh é como ser transportado para uma Polaroid. Aberto desde 1940, este hotel arte deco, modesto e confortável, possui todo o fascínio retro de umas férias no litoral americano nos anos 50. Quem é adepto de festas deverá dirigir-se ao quarteirão mais a sul e experimentar o SLS South Beach. Philippe Starck foi o responsável pelo design dos seus interiores contemporâneos, inspirados na Madame de Pompadour, amante de Luís XV. O clube Hyde Beach é o lugar ideal para conviver com pessoas atraentes e dançar até ao amanhecer com um DJset a tocar ao vivo. Na Ocean Drive, destaco, discretamente, o The Betsy – South Beach que está no limiar da sua reinauguração, agora com uma nova ala e uma piscina no terraço.

Onde comer e beber?

Desde os restaurantes mais elegantes até às roulottes de Tropical Park, a comida de fusão é extremamente importante em Miami: é nela que reside o brilho da diversidade étnica da cidade. Comece com uma sanduíche Cubano. Vai encontrá-las com diferentes aspetos, desde fiambre, carne de porco assada e fumada, queijo, pickles e mostarda, numa baguete torrada, e até variações que incluem rillettes, croquetes e folhas de mostarda. Experimente uma na Islas Canarias em Little Havana. Phuc Yea na Upper East Side é um restaurante vietnamita-cajun onde a comida é caseira, bem apresentada e impressionante. Peça o camarão do golfo cajun frito no wok e pato Caja China cola (o molho hoisin é feito com Coca-Cola). O Michael’s Genuine Food & Drink é uma demonstração que faz jus ao Design District. Para aqueles que não dispensam o pôr-do-sol, é obrigatória uma passagem pelo The Deck at Island Gardens, onde o espírito de Ibiza se cruza com o dos Estados Unidos.

A ficar sem tempo?

Fuja dos corpos brilhantes na praia e das batidas eléctricas da música e dirija-se ao Maximo Gomez Park, onde pode juntar-se aos jogadores de dominó: habitantes locais a fumar puros, descontraidamente, ao final da tarde. Miami and The Beaches é o lugar a visitar para obter informação e inspiração sobre as últimas tendências e o que fazer nesta cidade.

Artigo originalmente publicado na revista Food and Travel Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.