O São João junta mais de 300 eventos, como bailes e desfiles, rusgas e arruadas, corridas e regatas, concertos e festivais de música, tudo isto suportado num orçamento de 450 mil euros.

É na quinta-feira, sobretudo pela Avenida dos Aliados e na zona ribeirinha da cidade do Porto, que o ambiente de festa e de tradição se faz sentir desde cedo, com as habituais sardinhas e marteladas trocadas às vezes por quem nunca se viu, no repetir de um evento que já acontecia no século XIV.

Às doze badaladas de quinta-feira a cidade oferece um espetáculo piromusical, orçado em 54.900 euros, desde a ponte Luiz I e do rio Douro, que durará 16 minutos. Será "uma viagem por alguns dos mais famosos temas do rock mundial e português, entre muita luz, cor e efeitos pirotécnicos de grande impacto visual", refere a Câmara Municipal do Porto, em comunicado.

A fechar esta sequência, que se iniciará com "Thunderstrucks" dos AC/DC, "o grande final será ao som de Xutos & Pontapés e do tema ‘A minha casinha', num aperitivo para o concerto ao vivo que se seguirá, na Avenida dos Aliados, a partir da 01:00, com a maior banda de rock portuguesa", sublinha. Serão, no total, sete êxitos de outras tantas bandas consideradas emblemáticas, cujos acordes e ritmos acompanharão os efeitos pirotécnicos selecionados, alguns deles "inéditos".

A par da já tradicional cascata prateada, que preencherá a totalidade (180 metros) do tabuleiro superior da ponte Luiz I, este ano será ainda utilizado um ‘lettering' pirotécnico de grandes dimensões, alusivo à festa são-joanina.

Veja também: Como viver o São João como um verdadeiro tripeiro

No feriado municipal de sexta-feira começa outro ponto alto da programação, com as Rusgas de São João, que terão início às 20:30 na praça da Batalha e que terminarão na praça General Humberto Delgado.

Às 22:00 é a vez da Banda Sinfónica Portuguesa atuar, que interpretará temas de bandas como os Beatles, Queen e os Scorpions. Segue-se um concerto dos GNR.

Mas para ver o São João à mesma altura dos balões que serão lançados, irão estar pela primeira vez em Campanhã e na rotunda da Boavista, rodas gigantes e que giram toda a noite pelo preço de três euros cada volta.

O Turismo do Porto e Norte de Portugal afirma que vários hotéis do Porto e outros concelhos associados a festejos são-joaninos (Braga, Vila do Conde ou Vila Nova de Gaia) estão praticamente com "lotação máxima".

Segundo a fonte, os espanhóis lideram a procura, em mais de 50%, mas dados obtidos recentemente na Loja Interativa do Aeroporto Francisco Sá Carneiro indicam que também franceses, britânicos e brasileiros vão celebrar o São João no Porto e Norte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.