Esta é uma das conclusões do estudo feito em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (ERTPNP) e o aeroporto Sá Carneiro, que visou traçar o perfil do turista que visitou o Porto e Norte durante o verão IATA deste ano (entre abril e outubro).

Mais de um quarto (28%) dos turistas visitou o Porto e Norte de Portugal para visitar familiares e amigos, 17% teve como motivo negócios e 2% os estudos.

No período em análise, o valor do consumo médio por turista subiu 88 euros, face ao inverno anterior, para 539 euros.

"Cada turista despendeu, em média, 75 euros por noite. Se considerarmos apenas o gasto em atividades na região e compras, cada turista que consumiu estes serviços gastou cerca de 92 euros", acrescenta.

A estada média também aumentou, passando de 6,37 noites no inverno IATA, para 7,66 noites no verão IATA, segundo o estudo.

Outra das conclusões é que a maioria dos turistas reservou a viagem pela Internet.

Os turistas internacionais que usaram a Internet para fazer as reservas da visita ao Porto e Norte de Portugal optaram maioritariamente pelos 'websites' das companhias aéreas 'low-cost' (baixo custo) (53%), seguindo-se os de outras companhias aéreas (17%).

"Os 'websites' de alojamento, como o 'booking', airbnb e as OTA ('Online Travel Agencies) [agências de viagens 'online'] dominaram a restante quota de mercado, representando em conjunto entre 35% a 40% das marcações 'online'", acrescenta o estudo.

Mais de metade (55%) dos turistas tem menos de 40 anos.

Os dados foram recolhidos utilizando um inquérito por entrevista pessoal, aplicado na sala de embarque do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, tendo-se obtido 1.116 questionários válidos.

Metade das pessoas inquiridas estava casada ou vivia em união de facto, seguindo-se os solteiros, com 42%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.