Para facilitar a vida de pais em viagem, há alguns itens que devem fazer parte do nosso kit de sobrevivência.
Para começar o carrinho de transporte! A escolha deve ser bem ponderada (a oferta no mercado é enorme!) mas, caso pretendem um carrinho que vos acompanhe em viagem, o tamanho e facilidade de abrir/fechar é indispensável! No nosso caso, optámos por um modelo que permite o transporte na cabine do avião e que é possível manusear com apenas uma mão. Facilita muito no dia a dia, mas ainda mais em passeio, quando já temos malas e mochilas para transportar.

Depois, a mala do bebé…deve ser o mais concisa possível! Sim, eles vão sujar imensa roupa, por isso, em viagens superiores a uma semana, em vez de levar mil e uma mudas, que tal lavar roupa a meio? Há imensos locais self-service disponíveis ou poderemos mesmo tentar lavar algumas peças indispensáveis à mão (uma ideia é levar um frasco de 100ml de detergente delicado para um SOS). Fraldas e toalhitas…podemos ponderar levar para os primeiros dias e depois comprar? Ou mesmo dar uma hipótese aos reutilizáveis! São menos itens para transportar.

Os brinquedos: consoante as idades, as necessidades vão-se alterando, mas na verdade, acham mesmo que eles se vão interessar pelos brinquedos de casa quando têm toda uma realidade nova para explorar? Que tal levar apenas 2 ou 3 e depois deixá-los explorar o que pudermos dar? Um simples panfleto ou bilhete para riscar vai mantê-los entretidos por uns tempos!

Por último…e mais importante! A farmácia do bebé. Como médicos de viagem, esta é uma questão que não descuramos quando vamos viajar. O ideal é marcarem uma consulta do viajante cerca de 4 a 6 semanas antes de viajarem e levarem a vossa farmácia individualizada e personalizada quer às vossas necessidades enquanto família como aos locais que vão visitar. Os itens que vou referir são gerais e não substituem a consulta com um Médico de Viagem.

Na farmácia e kit de higiene de um bebé não pode faltar:

  • compressas esterilizadas caso seja necessário lavar olhinhos ou alguma ferida;
  • soro fisiológico em unidoses, creme hidratante facial (adaptado à pele do vosso bebé);
  • creme para assaduras ou linimento;
  • medicação para cólicas;
  • analgésico, normalmente o paracetamol em xarope ou supositório (e com a dosagem calculada para o peso do bebé);
  • termómetro;
  • tesoura de pontas redondas;
  • e o vosso kit para lavagem/aspiração nasal.

Estes são os nossos essenciais teóricos. Se durante a viagem notar que há itens que deveria ter trazido, eu partilho tudo. Fiquem atentos ao nosso instagram em @wat.to.sydney e aos próximos textos que publicarmos aqui!

A Carolina e o Pedro são médicos especializados em Medicina de Aviação e Medicina de viagem. Juntos já visitaram mais de 60 países e agora partem para novas aventuras com a bebé Wat e a peluda de 4 patas, Sydney. Podem acompanhar as suas viagens no instagram @wat.to.sydney

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.