Imagem: Museu Nacional do Qatar

Falta pouco para no dia 20 de novembro as seleções do Qatar, país anfitrião e do Equador, enfrentarem-se no Estádio Al Bayt, em Al Khor, a 60 quilómetros da capital, Doha, para dar início ao Mundial da FIFA mais polémico e estranho dos últimos tempos e o único que será disputado no início do inverno para evitar os mais de 40 graus que o país costuma ter nos meses de julho e de agosto.

Os portugueses terão de esperar que chegue o dia 24 de novembro para o jogo contra o Gana no Estádio 974, mesmo no centro da capital. Depois, segue-se o Uruguai no dia 28 no Estádio Lusail na cidade de Lusail e finalmente no dia 2 de dezembro enfrentará a Coreia do Sul no estádio Cidade da Educação em Rayán. Todos os estádios que vão receber os mais de 3 milhões de felizardos que possuem uma entrada estão alojados num raio com o máximo de 55 quilómetros da capital.

Entre um jogo e outro há muito tempo livre para descobrir este pequeno país com apenas 11.500 quilómetros quadrados (metade da região Norte de Portugal) mas, com muitas atrações algumas delas muito vanguardistas e criadas especialmente para serem apreciadas numa visita ao Qatar durante o Mundial. Conheça oito das mais interessantes, sugeridas pelo motor de busca de voos e hotéis Jetcost.

1. Percorrer a Corniche a pé ou de “dhow”

É um lindíssimo passeio marítimo que vai desde o Museu de Arte Islâmica até ao Sheraton Park, para poder caminhar a qualquer hora do dia ou da noite, possui uma faixa para peões de 7 km que se prolonga em forma de meia-lua, à volta da Baía de Doha. A Corniche foi criada após a dragagem da área da Baía de Doha, dando-lhe forma e origem à via de comunicação. Mais recentemente, o passeio marítimo foi criado e equipado com zonas de lazer, desporto e restauração. Desde o passeio marítimo pode-se conseguir uma das imagens mais espetaculares de Doha, com o skyline dos seus famosos arranha-céus. Há muitos lugares onde se pode comer ou beber, são 150 estabelecimentos, três palcos de concertos ao vivo, espetáculos de água e luz e até uma aldeia beduína. Também desde o porto pode-se fazer um passeio num "dhow", um veleiro de origem árabe caracterizado pelas suas velas triangulares e baixo calado.

Doha
Doha créditos: DR

2. Visitas gratuitas e descontos com o Qatar Museums Culture Pass

O Culture Pass é o programa oficial de associação e benefícios dos Museus do Qatar. Fornece aos membros acesso às instituições culturais do Qatar, incluindo o Museu Nacional do Qatar, Museu de Arte Islâmica, Galeria Al Riwaq, M7, Corpo de Bombeiros, Museu Olímpico do Qatar 3-2-1 e Mathaf e o Museu Árabe de Arte Moderna, além de workshops, palestras e acesso a bastidores. Também se pode usufruir de 25% de desconto em restaurantes, cafés e lojas de souvenires, além de ofertas nos hotéis participantes. Mais informações aqui.

3. Experimentar gastronomia internacional

Naturalmente que pode experimentar a tradicional e elaborada cozinha árabe, o melhor lugar é o Souq Waqif e as suas infinitas ruelas; no caso de querer ampliar a variedade de cozinhas exóticas, tem de ir à Al Waab Street com opções fabulosas de comida, desde sofisticadas até às fast food e acessíveis. Pode experimentar pratos chineses, egípcios, libaneses, catarianos, tailandeses e turcos, além de pratos ocidentais. Mas se quer um toque europeu, dirija-se ao Qanat Quartier, uma ilha exclusiva com ruas em estilo veneziano e a sua Marsa Arabia com vistas da marina e iates de luxo atracados.

4. Descubra a Aldeia Cultural Katara

A Aldeia Village é um projeto arquitetónico ainda em desenvolvimento, mas que já pode ser visitado e foi criado com a intenção de fazer um espaço para a cultura. O nome do espaço deve-se ao facto de Katara ser o nome histórico utilizado para o Qatar antes do século XVIII. O complexo está construído num estilo que combina a arquitetura oriental e o romantismo clássico, dando-lhe uma aparência única e diferente da maioria dos novos edifícios culturais de Doha. Entre o melhor está o seu anfiteatro, uma beleza arquitetónica que equilibra o conceito de teatro grego clássico e características islâmicas tradicionais. A sua construção foi concluída em 2009 e tem capacidade para 5.000 pessoas. Dentro da aldeia também pode descobrir a Casa da Ópera que oferece uma experiência cultural luxuosa com uma mistura arquitetónica de estilos orientais e vitorianos, e o shopping center ao ar livre localizado na Praça Katara.

Aldeia Cultural Katara
Mesquita em Katara créditos: DR

5. Praia de Al Thakira

Localizado a cerca de 35 km de Doha, a praia de Al Thakira é o local ideal para nadar, apanhar sol ou passar um dia relaxado. A praia oferece umas vistas tranquilas das maiores e mais antigas reservas dos densos mangais do Qatar. É um espetáculo quando a maré baixa revela as delicadas raízes que penetram na areia. Vale a pena alugar um barco e explorar os canais de Al Thakhira.

6. Passeio pelas dunas do deserto de camelo e 4X4

Em tempos passados, tribos beduínas deslocavam-se pelo deserto e montavam acampamentos, pastavam os seus animais e faziam comércio. Hoje, essa tradição permanece na cultura do Qatar com Al Enna, a temporada anual de acampamentos de inverno, durante a qual os moradores se dirigem ao deserto em acampamentos elaborados para se envolverem com a natureza. O deserto é uma parte importante da cultura local e abriga um número incrível de atividades. O impressionante Khor Al Adaid (o Mar Interior), um Património Mundial da UNESCO, está localizado ao sul de Doha e é um dos poucos lugares do mundo onde o mar entra no deserto. Não há nada melhor do que um passeio de camelo pelas dunas macias antes de se aventurar num emocionante safari no deserto até Khor Al Adaid, acessível apenas em veículo 4x4. Ainda é possível viver uma experiência única de sandboard nas dunas ou explorá-las num passeio de quad, jipe ou buggy. Também podem desfrutar do passatempo favorito do Qatar, acampar, durante o dia, tarde ou noite, com uma das muitas empresas que oferecem acampamentos de estilo beduíno, com todo o conforto, no deserto.

7. Sentir o luxo em Pearl-Qatar

É um dos lugares mais fascinantes do mundo conhecido como “a Riviera Árabe”, uma ilha onde coexistem luxo, lazer e uma comunidade próspera. É uma ilha artificial nos limites do famoso distrito de West Bay, em Doha. Conhecida pelos seus hotéis, variedade de cafés e restaurantes charmosos, uma marina icónica e lojas de luxo, é uma área residencial popular com um estilo de vida comunitário luxuoso, com marinas de estilo mediterrâneo repletas de iates, prédios residenciais, vivendas e hotéis, além de oferecer uma experiência de compras nas suas lojas de luxo e showrooms de designers de alta-costura. Na ilha também há também restaurantes da moda, desde gelatarias até experiências gastronómicas cinco estrelas.

Pearl-Qatar
Pearl-Qatar créditos: DR

8. Ser convidado para tâmaras e café num majlis

Os catarianos são simpáticos e muito acolhedores, fiéis à tradição árabe. Não é incomum que eles os convidem para se reunirem nos majlis da sua casa. E tem de aceitar, é claro. Os majlis são um elemento fundamental da vida do Qatar. Localizado ao lado da casa, é aqui que as pessoas se reúnem para discutir questões urgentes e funcionam de forma semelhante a um salão na Europa Ocidental. Os majlis são um dos espaços mais importantes da vida do Qatar. Costuma ser um espaço só para homens, enquanto as mulheres se reúnem dentro de casa. Localizado perto da entrada, o majlis é uma sala independente que permite aos visitantes evitar os espaços mais privados da casa. Aos convidados ao majlis recebem-se com tâmaras e café árabe e é servido numa cafeteira de formato característico (chamada de dallah) em chávenas pequenas sem asa. O espaço mais decorado da casa, o majlis era tradicionalmente a única divisão com janelas voltadas para a rua. As casas menos ornamentadas tinham uma decoração mais simples com nichos rebaixados (roshaneh), enquanto as residências mais ricas tinham as janelas do majlis com vidro colorido, painéis nas janelas ou gesso trabalhado com desenhos simétricos.

O SAPO está a acompanhar o Mundial, assim como faz com todos os temas da atualidade, mas não esquece a importância dos direitos humanos e o número de vidas perdidas no Catar.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.