O Hotels.com, um dos maior websites de reservas de hotéis em todo o mundo, mergulhou no mundo da ficção científica, com base em propostas concretas de gabinetes de arquitectura e design que começam a surgir, para explorar as tendências futuristas dos hotéis por todo o mundo. E descobriu que o segredo vai residir principalmente nos quartos personalizados, com formas arredondadas; sem esquecer os aparelhos de alta-tecnologia que podem ser discretamente integrados de forma a aliar o design e as novas tecnologias com simplicidade.

Uma das grandes novidades serão os hotéis nómadas. A empresa britânica m3 Architects já criou um conceito de casas pré-fabricadas, transportáveis para qualquer lugar do mundo. Desta forma, os turistas poderão assim viajar para todo o lado, sem perderem o conforto. Mas como é que acedem a estes hotéis? – pode perguntar. Através de um helicóptero. Ou seja: o edifício muda de lugar no final de cada temporada turística.

Mas se pensa que as atracções do futuro se ficam por aqui, desengane-se: os hotéis aquáticos vão existir no cardápio de opções daqui a alguns anos. Isto porque já há um projecto de um hotel deste género em curso actualmente. O Aktins Architecture Group ganhou o primeiro prémio num concurso internacional de design com essa proposta arrojada.

O mesmo grupo propôs ainda a criação de um resort, que está planeado para incluir 400 camas, um restaurante e cafés submarinos em Songjiang, na China, tenha como principal atracção um complexo desportivo de luxo composto por uma piscina olímpica, um centro de escalada e instalações de bungee jumping.

O estudo sublinha ainda que no futuro – que tanto pode ser ‘amanhã’ como daqui a vinte anos – vão continuar a haver hotéis porque as pessoas vão continuar a precisar de sítios onde ficar quando se deslocam a algum qualquer lugar que não a sua casa. E como a ambição não tem limites – nem a vontade de passar para o papel as ideias, já há quem trabalhe num hotel que ficará localizado na Lua. O criador do Lunatic Hotel, Hans Jurgen Rombaut, diz que o projecto deve ficar concluído até 2050. A ideia é conceber quartos em forma de cápsulas inclinadas, integradas em torres de 160 metros de altura. Mas há primeiro que ultrapassar uma barreira: conseguir levar toneladas de aço e água para a Lua.

Quarto de hotel do futuro estudado em laboratório

Uma equipa de cientistas alemães está a levar muito a sério a missão de criar um hotel futurista

Um grupo de cientistas do Instituto de Engenharia Industrial Fraunhofer, na Alemanha, desenvolveu um quarto de hotel do futuro. A experiência universitária foi levada tão a sério que o quarto experimental foi montado num laboratório para mostrar como os hotéis podem usar tecnologia para proporcionar uma experiência mais relaxante aos hóspedes. Para além de não possuir linhas rectas, já que uma série de pesquisas indicaram que as formas arredondadas foram as melhores para fazer as pessoas relaxar, o quarto experimental tem uma cama, que balança lentamente e é activada pela voz por um computador central, e a janela que, com um estalar de dedos, se transforma numa tela de vídeo.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.