A cor azul domina tanto as áreas públicas como os quartos. Paredes, mobiliário, lavatório e banheira da casa de banho estão pintados desta cor.

Os quartos são em plano aberto e tem áreas muito generosas - detalhe que surpreende porque não é comum nos dias de hoje encontrar hotéis com quartos tão espaçosos.

A varanda e as grandes janelas enchem os quartos de luz e parecem aumentar ainda mais o seu espaço. Tem vistas para o mar, para as dunas ou para a piscina e campo de golfe.

O quarto em que fiquei era confortável e gostei da decoração simples, elegante, com mobiliário contemporâneo de linhas rectas, mas, de certo modo, fiquei com a sensação que os tons azul e cinza tornavam-o ligeiramente frio e pouco acolhedor. Esta sensação desaparecia quando olhava para as janelas. Talvez a intenção tenha sido mesmo concentrar as atenções no exterior.

O pequeno almoço é bom e variado com muitos queijos, frutas, doces e pães.

O serviço nos restaurantes foi a única coisa que me decepcionou um pouco. Apesar dos funcionários serem simpáticos e prestativos, alguns pareciam ter pouca formação, o serviço era demorado e muitas vezes parecia confuso/desorganizado.

O The Oitavos tem um bom SPA com uma longa lista de tratamentos corporais, faciais e massagens. Oferece também sauna, centro fitness, jacuzzi e uma piscina interior. No exterior existe mais uma bela piscina (aquecida) de água salgada.

No geral, o The Oitavos é um óptimo lugar para nos desligarmos do stress diário e passar um agradável fim de semana (ou umas mini-férias) na bonita região de Cascais.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.