A Quinta do Barranco da Estrada é um paraíso no Baixo Alentejo. Quem a visita tem duas coisas garantidas: tranquilidade absoluta e uma vista magnífica sobre a barragem de Santa Clara. O dono desta Quinta é um inglês chamado Frank McClintock. Chegou a Santa-Clara-a-Velha há 20 anos, com a mulher, para passar a lua-de-mel.

Enquanto dava um passeio de barco pela barragem viu o monte abandonado. Entusiasmado, informou-se sobre quem era o dono e, poucos dias depois, chegou a um acordo para o comprar. O inglês partiu imediatamente para Londres, vendeu a empresa que tinha e, no mês seguinte, já estava no Alentejo.

No Barranco da Estrada os dez quartos e as duas suites têm vista para a barragem. São arejados confortáveis e com uma decoração colorida. A suite Andorinha é um quarto grande com cama de casal e um quarto pequeno com um beliche. O terraço privativo e espaçoso tem uma passagem direta para o lago. A suite Javali e Borboleta é um quarto grande com cama de casal e um quarto com duas camas individuais e um beliche, ligados entre si pela espaçosa casa de banho e um terraço privativo comum aos dois quartos.

Na cozinha, prepara-se comida caseira internacional com frutos, ervas e legumes frescos colhidos na horta da quinta. O pequeno-almoço, buffet variado, é composto por queijos locais, o mel da Quinta e pão alentejano.

As opções de diversão são variadas. As águas límpidas e quentes da barragem convidam a longos passeios de barco. No cais da barragem, Frank colocou à disposição dos hóspedes canoas, pequenos barcos à vela e gaivotas. Também pode fazer grandes caminhadas e, depois, refrescar-se com um mergulho. O lago tem uma temperatura média de 28ºC durante o verão.

Quinta do Barranco da Estrada
créditos: Quinta do Barranco da Estrada

A Quinta tem alpendres, com mesas e cadeiras, nos quais se pode desfrutar da vista ou simplesmente ler um livro. A sala de estar é de estilo Inglês, com lareira e bar. O dono da Quinta gosta de falar com os hóspedes a qualquer hora. Peça uma bebida e ouça histórias curiosas. Aliás, no inverno, o contacto com a natureza e as conversas com Frank dão mais encanto a esta paisagem. Se se interessa por ornitologia, este é também o local ideal. À volta da barragem há mais de 100 espécies de pássaros, entre os quais a águia imperial e a águia de Bonelli.

Preços

Época média (7 março a 17 julho) e (8 setembro a 31 outubro): a partir de 100 euros duas pessoas. As suites são 140 euros.

Época alta (18 julho a 7 setembro): a partir de 125 euros duas pessoas. As suites são 170 euros. O pequeno-almoço está incluído nos preços.

Contactos

Barragem de Santa Clara
T: (+351) 283 933 065
M: (+351) 938 386 326
GPS: 37°31'55.84''N / 8°26'35.46''W
SITE: www.paradise-in-portugal.com

Como chegar

Siga pela A2 e pelo IP8 até Beja e vá pela N263 para Santa Luzia. Depois siga pela N123 em direção a Luzianes e vire na N266 para Santa-Clara-a-Velha. Vá até Corte Briques, mas quando aparecer a placa para entrar nesta localidade continue em frente. Oito quilómetros depois encontra a placa que indica a Quinta.

Distâncias

Lisboa-Santa-Clara-a-Velha: 208km

Porto-Santa-Clara-a-Velha: 483km

Programa a não perder

Visite o restaurante Casa Pepe e prove o ensopado de cabrito, uma das especialidades da casa. Após a refeição pode aproveitar o silêncio da barragem ou deslocar-se até à típica aldeia de Sabóia e veja a igreja da Nossa Senhora da Assunção, a Capela da Boeira e o Moinho de Vento do Vale Touriz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.