O longo período em que ficamos em casa, devido à pandemia da Covid-19, fez com que as pessoas passassem a refletir mais sobre os impactos das suas ações no meio ambiente. As viagens não ficaram de fora e os viajantes procuram cada vez mais opções sustentáveis oferecidas pela indústria do turismo.

Neste sentido, diferentes acomodações já disponibilizam quais são as medidas tomadas no local para proporcionar uma viagem mais sustentável e ecológica a todos, bem como selos e certificações internacionais de cuidado com a natureza.

Saiba quais são algumas delas e inspire-se para quando for seguro viajar novamente:

Austrália

Em Metricup, na região vinícola de Margaret River (lado oeste da Austrália), o Yelverton Brook Conservation Sanctuary tem o selo “ECO Certification” e, pensando nos impactos à comunidade, as atividades e passeios são organizados por guias e negócios locais.

Além disso, não é permitida a utilização de plásticos descartáveis na propriedade, a maior parte da iluminação usa lâmpadas LED, que economizam energia, e hóspedes têm caixotes do lixo para coleta seletiva à disposição.

Brasil

Certificado pelo EarthCheck e localizado nas areias da Praia do Forte, na Bahia, o Iberostar Praia do Forte é um resort que oferece regime all inclusive. Entre as medidas tomadas, há bebedouros à disposição, e os hóspedes têm a possibilidade de não optar pela limpeza de quarto todos os dias, por exemplo, visando o menor consumo de água.

Além disso, para economizar energia, a eletricidade é acionada por movimento ou pelo cartão do quarto.

Argentina

O Ayres De Salta é um hotel 4 estrelas localizado no centro histórico de Salta, cidade no norte da Argentina conhecida pela herança andina. A acomodação é certificada dentro do programa nacional “Hoteles más Verdes” e, entre as iniciativas tomadas, produz a maior parte da comida servida com ingredientes locais e conta com eletricidade acionada por movimento ou pelo cartão do quarto, procurando um menor consumo de energia.

Turquia

Localizado no centro da cidade de Ancara, capital da Turquia, o Metropolitan Hotels tem o selo de certificação sustentável “FEE’s Green Key”. Os quartos modernos têm design de luxo, e todas as janelas são de vidro duplo, o que contribui tanto para isolamento acústico, como para a diminuição das perdas de calor através do vidro, economizando energia e reduzindo a emissão de CO2.

Canadá

Além da certificação “Green Key Global Eco-Rating”, o Hotel Grand Pacific, na cidade de Victoria, oferece espaço para os artistas locais se apresentarem e investe parte da sua receita em projetos comunitários ou de sustentabilidade. A propriedade fica a 5 minutos a pé do Beacon Hill Park e também não permite o uso de plásticos descartáveis.

França

Localizado no centro do bairro Saint-Germain-des-Prés, o Hotel Bel Ami fica a apenas a 10 minutos a pé do Museu do Louvre e conta com o selo “FEE’s Green Key”. Dando prioridade à comunidade e ao cuidado com a natureza, atividades e passeios são organizados por guias e negócios locais, há opção de aluguer de bicicletas e plásticos descartáveis não são permitidos na propriedade, entre outras medidas.

Quénia

O luxuoso Medina Palms fica na praia de Watamu, na costa do Oceano Índico, e faz parte do Programa de Certificação de Ecoturismo no Quénia. Parte da receita é investida em projetos comunitários ou de sustentabilidade e, entre outras iniciativas, a acomodação também oferece informações sobre ecossistemas, património e cultura da região, além de orientar os visitantes sobre os costumes adequados.

México

Cercado por um ambiente natural exuberante, no Mar do Caribe, e certificado pela Rainforest Alliance, o Catalonia Royal Tulum Beach & Spa Resort não permite o uso de garrafas plásticas descartáveis de água. Além disso, a maior parte da iluminação da acomodação usa lâmpadas LED, que economizam energia, e atividades e passeios são organizados por guias e negócios locais.

Vietname

De frente para a Baía de Vinh Phan Thiet e combinando a cultura vietnamita com um design moderno e contemporâneo, o Anantara Mui Ne Resort tem o selo “Green Growth 2050”. Pensando no consumo de água, há bebedouros à disposição dos hóspedes e, para promover a economia de energia, há estação de recarga de carro elétrico no local e a eletricidade é acionada por movimento ou pelo cartão do quarto.

Polónia

A Breslávia (Wrocław) é a quarta cidade mais populosa da Polónia e nela está o Scandic Wrocław, hotel 4 estrelas que conta com a certificação “EU Ecolabel”. Além de proibir o uso de plásticos descartáveis, disponibilizar caixotes para a coleta seletiva e produzir a maior parte da comida servida na acomodação com ingredientes locais, toda a propriedade usa energia 100% renovável.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.