O Pestana Equador é a única unidade hoteleira do Ilhéu das Rolas, uma pequenina ilha de São Tomé que fica situada mesmo em cima da linha do equador.

Localizado a 60 km da capital de São Tomé e Príncipe, o acesso ao ilhéu e ao hotel Pestana Equador é feito por barco a partir de Ponta Baleia, na ilha de São Tomé.

O barco usado pelo Pestana para transportar pessoas para o Ilhéu das Rolas é bastante simples mas parece seguro e cumpre a sua função. Coletes salva-vidas são entregues a todos os hospedes antes do embarque.

Na recepção o check-in pode ser um pouco demorado, principalmente se chegarem muitos hospedes, mas não vale a pena stressar, afinal, pressa para quê? As férias são mesmo para relaxar.

Já com as chaves na mão, somos acompanhados por um funcionário que nos mostra todas as áreas do resort e explica as actividades recomendadas.

A primeira coisa que chama a nossa atenção é a enorme piscina - a maior piscina de água salgada da costa oeste africana.

O hotel dispõe de acesso directo à praia e é recomendado para quem gosta de praticar mergulho porque o Ilhéu das Rolas oferece um dos fundos marinhos menos explorados, mais diversificados e coloridos do planeta.

Os quartos são pequenos bungalows de madeira com uma boa área, decoração simples e um agradável alpendre. Tem ar condicionado e wi-fi gratuito (que funciona muito mal).

Existe um restaurante e dois bares. O restaurante é todo aberto por isso tem os seus prós e contras: por um lado tu sentes-te um privilegiado de poder usufruir de uma vista tão maravilhosa enquanto comes, mas por outro, ficas exposto a todo o tipo de "bicharocos" que existem na natureza - moscas, mosquitos e formigas.

Achei o buffet de pequeno almoço bastante bom assim como as outras refeições incluídas na pensão completa. A comida era simples mas deliciosa: peixe, legumes, arroz, frutas, doces típicos e pratos são-tomenses como calulu, banana frita, banana-pão e matabala.

Toda a equipa é amistosa e atenciosa e ajuda na marcação de excursões pela parte sul de São Tomé. O hotel também oferece passeios gratuitos pelo ilhéu das Rolas e pelo marco do equador.

Numa nota menos positiva, gostaria de acrescentar que o hotel já vai precisando de uma renovação. As instalações estão a deteriorar-se e o sentimento geral é de uma unidade hoteleira antiga e ultrapassada. A classificação (e os preços) são de um hotel 4 estrelas mas considerá-lo um 3 estrelas superior seria mais realista.

Quando chegou a altura de fazer o pagamento o terminal de multibanco não funcionava nem sabiam quando ia ser arranjado e os dados do meu cartão de crédito tiveram de ser transmitidos por telefone para o Pestana São Tomé Ocean & Spa, o que achei um pouco desagradável (e inseguro).

Reparei também que os turistas que não falavam português tinham muita dificuldade na comunicação porque ninguém falava inglês (ou falava muito mal).

Apesar destas falhas considero que vale muito a pena conhecer o Ilhéu das Rolas e passar lá pelo menos uma noite (o pôr-do-sol e o amanhecer são espectaculares e inesquecíveis) mas, atenção, mantenham uma expectativa realista e não esperem perfeição.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.