Está situado à beira-mar, na baía de Ana Chaves, a cerca de um quilómetro do centro de São Tomé e a curta distância do aeroporto.

A decoração do espaço interior tem alguns elementos de artesanato local bem interessantes.

O hotel tem uma pequena praia privada que na realidade é uma pequena faixa de areia que quase desaparece na maré alta.

A piscina de borda infinita é maravilhosa e para mim o destaque do hotel. Com uma vista incrível para o oceano, é o lugar perfeito para relaxar nas férias. Os jardins e toda a área envolvente também são muito agradáveis e estão bem conservados.

O quarto em que fiquei tinha uma decoração básica mas adequada, estava limpo e o ar-condicionado, essencial nestes climas tropicais, trabalhou sempre bem. A televisão não oferecia muitos canais mas o wi-fi que é gratuito funcionou bem.

A casa de banho tinha um bom chuveiro e produtos de higiene pessoal.

Para quem gosta de praticar exercício, o hotel oferece uma pequena sala de fitness.

Gostei muito do pequeno almoço. Era servido em buffet e tinha uma boa variedade de frutas tropicais frescas, pão, iogurte caseiro, ovos, etc.

O restaurante do Pestana era bom e das vezes que comi lá achei os pratos deliciosos mas as opções oferecidas no menu eram muito limitadas. Optar pelo buffet no jantar, apesar de um pouco caro, acaba por ser a melhor solução. A localização do hotel também permite chegar sem grande dificuldade a outros restaurantes, o que pode ser essencial para quem quiser passar vários dias neste hotel.

A equipa do hotel merece uma palavra de apreço porque é extremamente atenciosa e prestativa.

No geral, gostei de ficar no Pestana São Tomé e recomendo a quem for visitar São Tomé.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.