Percorra a galeria de fotos e conheça esta seleção de casas de férias por onde passaram escritores, feita pelo motor de busca de alojamentos holidu.

Roald Dahl: Tenby, Reino Unido ("Charlie e a Fábrica de Chocolate")

Os amantes de livros que procuram uma acomodação confortável para relaxar, como fez Roald Dahl, podem aproveitar esta aconchegante cabana em Tenby, País de Gales, onde o autor britânico passou algum tempo com a família. A mãe norueguesa influenciou-o desde a infância com contos de fadas nórdicos e mitos sobre bruxas e trolls. O seu humor ácido sempre caracterizou o seu estilo de escrita, cheio de situações inesperadas e grotescas, em romances como "Charlie e a fábrica de chocolate" e "Matilda". Esta casa de férias está localizada em Tenby dentro de um parque nacional, cercada por natureza e por uma praia com 4 km de areias brancas.

Giuseppe Tomasi Di Lampedusa: Palermo, Itália ("Il Gattopardo")

O escritor de origem nobre, Giuseppe Tomasi Di Lampedusa, nasceu neste palácio, agora cuidadosamente restaurado, no centro histórico de Palermo. "Il Gattopardo", um dos romances mais importantes da cena literária italiana e mundial, provavelmente foi escrito entre essas paredes, dada a inclinação do autor, desde cedo, para a vida solitária e a leitura. Para os amantes da cultura, o apartamento está localizado no centro e é cercado pelos mais belos teatros e museus de Palermo, para quem quiser, no entanto, ler em paz, em frente a uma bela paisagem, o mar fica a apenas 400 metros.

Palácio de Di Lampedusa
créditos: Holidu

Ian Fleming: Londres, Reino Unido ("James Bond")

Essa é a casa de férias perfeita para os fãs de James Bond. Foi dentro desta construção clássica e luxuosa que Ian Fleming inventou o famoso lema "shaken, not stirred" (batido, não mexido). Para realmente sentir-se como Bond, o famoso bar Dukes, que se encontra no mesmo prédio, oferece a sua bebida: o Vesper Martini (também conhecido como Vodka Martini), em homenagem a Fleming. Os amantes de livros, com um pouco mais de tempo disponível, também podem visitar a Biblioteca Britânica, a biblioteca com a maioria dos livros listados no mundo ou ver uma obra no Globe Theatre. Este apartamento acomoda quatro pessoas e oferece uma excelente localização para começar um passeio por Londres.

Gustave Flaubert: Pont-l'Évêque, França ("Madame Bovary")

Esta casa de férias confortável, nas margens de um lago, foi a antiga residência do autor naturalista francês Gustave Flaubert, conhecido, sobretudo, por sua obra-prima mundial "Madame Bovary". O verde em que a casa está envolta e o belo lago são uma combinação perfeita para passear corpo e mente, entre as excursões e a leitura. Pode ir ao Parque Natural da Normandia e chegar a Rouen, o berço do escritor, onde está localizado o museu dedicado a ele.

Miguel de Cervantes: Barcelona, Espanha ("Don Quixote")

"Don Quixote" de Miguel de Cervantes é provavelmente um dos livros mais famosos do mundo e o autor influenciou tanto a língua espanhola, que também é chamada de "língua de Cervantes". Este luminoso apartamento está localizado em uma das áreas mais bonitas de Barcelona e é uma verdadeira celebração deste autor, que viveu aqui por um par de anos. O apartamento foi completamente renovado, embora continue a ter um encanto especial, dado por algumas pedras antigas deixadas expostas. Em torno do apartamento, a área Barri Gotic parece ser feita especialmente para os amantes de livros: para os curiosos, há o mercado de livros de domingo da Carrer Comte d'Urgell ou o Café Els Quatre Gats, um ponto de encontro de artistas como Gaudì e Picasso.

Apartamento de Cervantes
créditos: Holidu

Mary Shelley: Snowdonia, Reino Unido ("Frankenstein")

Esta elegante casa de campo foi o apartamento de férias da famosa escritora inglesa Mary Shelley autora da obra-prima: "Frankenstein". Visitantes que adoram mistérios ficarão felizes em saber que a casa em questão tem sido a protagonista de uma lenda por mais de dois séculos: uma noite, o marido de Shelley incomodou tanto os vizinhos que, dizem eles, atiraram para uma janela. Naquela mesma noite, o casal de autores decidiu mudar-se e nunca mais voltar para o País de Gales. Durante algum tempo o casal encontrou a sua própria tranquilidade nesta villa, onde provavelmente também se inspiraram nos arredores verdes e encantadores do Parque Nacional de Gwynedd.

Níkos Kazantzákis: West Mani, Grécia ("Alexis Sorbas")

Esta encantadora casa com vista para o mar datada do final do século 19 tem a sua própria história para contar. Entre 1917 e 1918, o famoso escritor Níkos Kazantzákis, originalmente de Creta, viveu aqui. Este é o lugar onde decorre a história original de seu famoso livro "Alexis Sorbas" . O enredo é parcialmente inspirado na biografia de Kazantzákis e fala sobre um jovem que trabalha numa mina. A mina original, onde Kazantzákis trabalhava, fica a poucos quiloómetros da casa. Também a praia, onde acontece a famosa cena de Sirtaki do filme com Anthony Quinn, está localizada nas proximidades. A vila oferece uma atmosfera acolhedora e íntima para relaxar e ler um bom livro, hospedando até seis pessoas.

Carl Zuckmayer: Saas-Fee, Suíça ("O Capitão de Köpenick")

O famoso escritor e dramaturgo alemão Zuckmayer mudou-se para a Áustria e, a seguir, para os Estados Unidos, depois que a sua obra-prima "O Capitão de Köpenick" foi banida durante a Segunda Guerra Mundial. Ele estabeleceu-se permanentemente na Suíça somente após o fim da guerra, onde comprou este luxuoso chalé de madeira em Zermatt. O cenário pitoresco das montanhas suíças provavelmente o inspirou a continuar a escrever e este chalé poderia ser a acomodação perfeita para quem procura um lugar tranquilo para ler em paz.

Casa de Carl Zuckmayer
créditos: Holidu

F. Scott Fitzgerald: Nice, França ("The Great Gatsby")

Se procura uma maneira agradável de combinar suas férias de verão com um pouco de cultura, Nice é o lugar perfeito. Escritores famosos como Hemingway, H.G. Wells ou F. Scott Fitzgerald apaixonaram-se pela cidade e pelo seu famoso litoral. Fitzgerald, em particular, adorava a costa francesa e em Nice, o autor hospedou-se neste aparthotel de estilo clássico, o Negresco. O apartamento para duas pessoas tem uma atmosfera luxuosa e um ótimo preço. No final da década de 1920, Fitzgerald participou de muitas festas exageradas, o que certamente o influenciou por seu famoso romance "The Great Gatsby".

Paul Auster: Azenhas do Mar, Portugal ("O Livro das Ilusões")

O autor e director pós-moderno Paul Auster passou algum tempo nesta espaçosa villa na pitoresca cidade de Azenhas do Mar, durante as filmagens de "The Inner Life of Martin Frost. Esta casa de férias próxima dos magníficos jardins e monumentos de Sintra.

Fonte: holidu

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.