Os dias de sol no início do ano, em pleno Inverno, podem saber bem mas estão a causar danos por todo o país. Portugal está em seca meteorológica desde novembro de 2021 e a situação tem-se agravado.

Em janeiro, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, todo o território continental português estava em seca, com 1% em seca fraca - na zona do Minho; 54% em seca moderada - sobretudo Norte, Centro e partes dos distritos de Santarém, Évora e Portalegre; 34% em seca severa - zona Oeste, sul do distrito de Santarém, zonas mais interiores do Alto Alentejo, parte da península de Setúbal e dos distritos de Beja e Faro; e 11% em seca extrema - metade dos distritos de Setúbal e Beja e quase toda a região do Algarve. Para este fevereiro, não se preveem grandes alterações.

Em alguns lugares, a descida do caudal da água, fez emergir lugares que até então estavam submersos. É o caso de algumas ideias, como a de Vilar da Amoreira, em Pampilhosa da Serra, que está hoje bem visível, graças à descida das águas do rio Zêzere. Mas há mais.

Aqui ficam alguns exemplos de lugares que a seca está a revelar.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.