Percorra a fotogaleria para ver as 10 mesquitas eleitas. A sua favorita não está na lista? Diga-nos por e-mail.

Mesquita de Hassan II

Inaugurada em 1993, a Mesquita de Hassan II em Casablanca, Marrocos, é considerada uma das mais bonitas do mundo. A mesquita foi construída por milhares de artesãos que trabalharam com os melhores mármores, madeiras e granitos. Todos os detalhes deste edifício foram pensados minuciosamente. A Mesquita de Hassan tem o minarete mais alto do mundo, a sala de oração pode receber até 25.000 pessoas e a esplanada exterior tem capacidade para cerca de 80 mil visitantes. Curiosidade adicional, o templo conta com um raio luminoso instalado no alto do minarete, que projeta luz toda noite em direção à Meca, com um alcance de 30 quilómetros.

Mesquita do Shah

Seguimos para a cidade iraniana de Isfahan, onde se encontra a mesquita do Shah, também conhecida como mesquita Real ou do Imã. Esta mesquita começou a ser construída em 1611, durante o período da dinastia Safávida. Durante a sua construção, foi inventado um novo tipo de mosaico, denominado de sete cores, com azul turquesa, branco, preto, amarelo, verde e castanho. Devido às composições coloridas e às bonitas inscrições caligráficas, o templo é considerado um excelente exemplo da arquitetura islâmica do Irão.

Mesquita Azul

Chegamos a Istambul, onde se encontra a mesquita Azul, que deve o nome à cor turquesa e verde dos mosaicos que decoram as cúpulas. Sabia que os adornos da mesquita são formados por mais de 20 mil azulejos? Impressionante! A mesquita Azul não é espetacular apenas no interior, mas também por fora. Conquista à primeira vista.

Mesquita de Jumeirah

Sabiam que a mesquita de Jumeirah é um dos monumentos mais fotografados do Dubai? A construção moderna surpreende por causa da bela arquitetura inspirada na época medieval fatímida. Além disto, é o único lugar de culto islâmico na cidade que também abre as suas portas aos visitantes não crentes, ficando a uma pequena distância da praia de Jumeirah.

Mezquita del Sheikh Zayed

Além de ser uma das mesquitas modernas mais impressionantes do mundo, Sheikh Zayed, em Abu Dhabi, é também uma das mais bonitas. A sua construção começou em 1997 e foi inaugurada 10 anos depois sem poupar gastos. Sabiam que o custo total desse templo foi de aproximadamente 600 milhões de dólares? Esta joia arquitectónica foi construída com os materiais mais sublimes da região, como bonitos mármores e uma grande quantidade de pedras preciosas que dão cor ao templo, de um branco imaculado. Além disso, no seu interior encontram o maior tapete persa do mundo, com uma superfície de 5.627 metros quadrados.

A mesquita do Sultão Qaboos

A mesquita do Sultão Qaboos, em Mascate, é outro exemplo da fascinante arquitetura moderna da península arábica, e também uma das mesquitas mais bonitas do mundo. Trata-se da mais importante do Sultanato de Omã. Assim como Sheikh Zayed, a mesquita do Sultão Qaboos possui um amplo espaço aberto e dá um protagonismo único à cor branca. Tanto no interior como no exterior, o destaque é a cúpula repleta de detalhes dourados.

Mesquita de Cristal

Aço, vidro e cristal. Esses são os materiais inovadores que fazem parte da mesquita de Cristal, localizada na cidade costeira de Kuala Terengganu. Construída entre 2006 e 2008, é uma das grandes atrações da Malásia por ser uma das mesquitas mais originais do mundo. A estrutura mistura perfeitamente o formato dos templos muçulmanos tradicionais com as novas arquiteturas e os espaços de consumo. O seu exterior é ainda mais impressionante quando anoitece e a mesquita se ilumina com as cores do seu interior.

Mesquita de Badshahi

A seguinte paragem é em Lahore, Paquistão, onde encontramos a maravilhosa mesquita de Badshashi com as suas grandes cúpulas de cor branca. Este exemplo de arquitetura mongol foi terminada por volta do ano 1673 e, apesar da passagem do tempo, continua a manter a característica cor vermelha do arenito dos seus muros. 

Mesquita de Salahuddin Abdul Aziz

No estado de Selangor, novamente na Malásia, chegamos à mesquita Sultan Salahuddin Abdul Aziz, considerada não apenas uma das mesquitas mais bonitas do Sudeste Asiático, mas de todo o mundo. Construída em 1988, esse templo, o maior do país, orgulha-se das suas impressionantes formas poliédricas, e das suas cores brancas e azuis que lhe dão uma atmosfera única.

Grande Mesquita de Djenné

A Grande Mesquita de Djenné, em Mali, não é apenas um dos templos mais singulares do mundo, mas também uma das mesquitas mais bonitas. É a maior construção sagrada feito de barro! Considerado como o ponto alto da arquitetura sudanesa-saheliana, esta construção está no centro da pequena cidade de Djenné, no delta interior do rio Níger. Além de ser um dos monumentos mais conhecidos da África, desde 1988 esta mesquita é considerada, junto com o centro histórico da cidade, Património da Humanidade pela Unesco.

Esta lista de sugestões foi elaborada pela plataforma Civitatis

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.