A Mount Huashan, localizada perto da cidade de Huayin, na província de Shaanxi, faz parte das Cinco Grandes Montanhas da China. É constituída por cinco picos, sendo que o mais alto tem 2.154 metros de altura e o mais pequeno, 1.614 metros.

É também considerada uma das montanhas mais sagradas da China e é geralmente frequentada por monges e peregrinos. Historicamente, era um lugar de retiro e o acesso à montanha estava apenas disponível para os mais fortes ou aqueles que tinham encontrado "o caminho".

Hoje em dia existe um percurso para caminhadas, que apesar de ter sido melhorado ao longo dos anos, continua a ser considerado como um dos mais perigosos do mundo.

Além do caminho ser estreito e à medida que se sobe a montanha ficarmos a uma altura considerável, a maior parte é feita por tábuas de madeira que não inspiram grande segurança. E há partes do percurso que nem sequer têm uma base para por os pés, mas sim correntes de ferro para as pessoas se agarrarem. Também encontra escadas ao longo do caminho, mas a sua inclinação não tornam o percurso mais fácil.

Mount Huashan
Mount Huashan créditos: wikipedia

Para tornar a caminhada menos perigosa, o governo local abriu novas faixas e criou rotas unidirecionais nalgumas partes mais perigosas para que a montanha possa ser explorada pelos visitantes sem riscos extremos. Alguns dos locais mais inclinados foram, inclusive, fechados ao público. Outra das medidas incluiu evitar o encontro dos visitantes entre os que sobem e os que descem, em pontos do percurso onde dificilmente há espaço suficiente para que um visitante passe com segurança.

Mesmo com as medidas de segurança impostas pelo governo local, não deixa de ser uma caminhada que envolve muita adrenalina e algum risco associado.

Alguns viajantes que já se aventuraram neste trilho, partilharam no Instagram algumas foto impressionantes:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.