É o único Museu da Felicidade existente em todo mundo e abriu portas no segundo país mais feliz do planeta: a Dinamarca. O The Happiness Museum foi criado pelo Happiness Research Institute, uma organização que estuda a ciência da felicidade. O instituto está particularmente focado em estudar o motivo de algumas sociedades serem mais felizes do que outras.

Os visitantes do museu podem ver exposições e ter experiências interativas que pretendem mostrar como os diferentes países percebem a felicidade. Cada sala do museu oferece experiências diferentes, que vão desde simples informações escritas até vídeos, imagens e modelos 3D de um cérebro, por exemplo.

As reações dos visitantes às experiências interativas também ajudam o instituto a continuar as suas pesquisas. Os visitantes também são convidados a contribuir para o espólio do museu, cobrindo as paredes com as suas próprias definições de felicidade e as suas memórias mais felizes.

Sendo um espaço aberto ao público no meio de uma pandemia global, o museu tem políticas rígidas para garantir o distanciamento social e a segurança de todos os visitantes e funcionários.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.