Marrocos reserva muitas surpresas a quem o visita. E Oujda é uma delas. A maior cidade da região oriental revela a tradição mercantil na Medida, que não pode deixar de visitar os animados souks. As cores das peças artesanais misturam-se com a fragrância das especiarias, ao som do regatear dos vendedores. O cenário é perfeito para fotos fantásticas e difícil vai ser resistir a comprar de tudo um pouco. Não se admire, pois, se tiver de pagar suplemento de bagagem.  Se é a sua primeira viagem, opte por uma excursão com guias locais, que tornará a experiência mais acessível e ainda mais empolgante.

oujda: um tesouro marroquino com o mar ali ao lado

Aproveite ainda para se encantar com as monumentais portas tão caraterísticas de Marrocos. A Abdel Wahab é uma das que vai encontrar na muralha, no lado ocidental. De forma ogival e ladeada por dois bastiões, costumava ser usada para pendurar as cabeças cortadas dos rebeldes, o que originou o seu nome popular de ‘porta das cabeças’.

Não deixe ainda de dar um salto ao Dar Sebti, palacete construído em 1938 por um grande comerciante e, que após restaurado, alberga espetáculos e festividades diversas. A incluir no roteiro é também o Parque Lalla Aicha, um dos espaços favoritos dos habitantes de Oujda, onde encontrará não apenas a beleza da vegetação, mas ainda uma piscina, courts de ténis e zona para equitação. Um passeio por aqui é o ideal para abrir o apetite antes de partir à descoberta da gastronomia marroquina.

Prepare o palato para iguarias únicas como o tajine, porventura o prato mais tradicional de Marrocos confecionado e servido numa panela homónima bem caraterística. Frango e cordeiro são duas das carnes mais usadas neste cozido ou guisado, que ainda leva legumes variados. Quanto a doçaria, o país presenteia os visitantes com delícias, nas quais reinam muito mel, tâmaras, figos, nozes e água de flor de laranjeira. Para beber, nada como seguir a tradição e experimentar o famoso chá de menta.

oujda: um tesouro marroquino com o mar ali ao lado

A cerca de 60 quilómetros de Oujda está Saïdia, a chamada ‘pérola azul’ de Marrocos. A distância é curta, mas o contraste enorme. A imagem tradicional de Oujda dá lugar a uma região marcada pelas águas azuis do Mediterrâneo, nas quais poderá praticar desportos como o windsurf e o esqui aquático ou simplesmente dar aquele mergulho revigorante. No leque de opções estão ainda passeios de barco, a pesca e a prática do golfe, quer seja um principiante ou um craque da modalidade.

oujda: um tesouro marroquino com o mar ali ao lado

Os amantes da natureza vão ficar maravilhados com os cenários de Saïdia. Basta percorrer alguns quilómetros para conhecer o cabo Ras-El-Ma. Os mais aventureiros podem escalar até ao topo do cabo para apreciar a fabulosa paisagem das dunas cobertas por eucaliptos.

Ainda nos arredores de Saïdia está a foz do Moulouya, um local de onde crescem todo o tipo de plantas e verdadeiro paraíso para os ornitólogos.

E estas são apenas algumas das muitas razões para marcar já o seu voo para Oujda com a TAP. Não perca mais tempo e planeie sem demora as próximas férias em Marrocos.

Bolonha desde 39€