Pelo quinto ano consecutivo, o aeroporto de Changi, em Singapura, foi eleito o Melhor Aeroporto do Mundo, um prémio atribuído pelo World Airport Awards.

Em 2016 bateu o recorde de número de passageiros, com mais de 58 milhões e teve um crescimento de 5,9%. Mas não são só os números que fazem deste aeroporto um local especial para quem viaja. Há outras características que o colocam num outro nível.

- Tem um jardim com mais de mil borboletas, de quatro espécies diferentes, no Terminal 3. Tem também uma queda de água de 6 metros, um cinema e um slide de 12 metros.

- No Terminal 1, os passageiros podem apreciar um jardim de catos, com 40 espécies. Aqui também encontra um Bar, uma piscina e um jacuzzi no topo do edifício, a partir do qual pode observar os aviões a descolarem. Mas não é tudo. Há ainda um jardim de lírios e uma instalação de arte, a Kinetic Rain, com 1.216 pingos de chuva em cobre.

- No Terminal 2, os viajantes podem observar uma coleção de orquídeas raras, 500 girassóis, esculturas de mosaico decorativo e ainda têm acesso ao Entertainment Deck, com consolas Xbox360 e um cinema aberto 24 horas.

- Todos os passageiros têm acesso a wi-fi gratuitamente.

- Quem faz voos de ligação, e se tiver tempo, o aeroporto também oferece tours gratuitas à cidade.

- Está a ser preparado um Terminal 4, que se prevê estar concluído no decorrer de 2017.

O aeroporto de Changi realizou voos para 90 países e passou por 380 destinos em 2016.

Veja também: Revelados os melhores aeroportos do mundo de 2017

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.