Svetlana Petrova recorre ao seu gato Zarathustra para, segundo ela, melhorar as suas pinturas, uma vez que acredita que este felino adorável tem um carisma único.

"Eu sou apenas uma humilde assistente deste rei peludo, que gentilmente me permite usar todas as minhas habilidades em pintura, fotografia e photoshop para recriar obras-primas de artistas renomados do passado", brinca a artista, recorrendo a uma linguagem antiga para descrever a sua obra.

Juntos, Petrova e Zarathustra "revisitaram" mais de 150 pinturas e juntaram-nas num livro intitulado "Arte do Gato Gordo: Obras-primas famosas e melhoradas por um gato com atitude". O livro está disponível em livrarias online.

Se querem ter uma amostra do carisma do gato Zarathustra, basta carregar na primeira imagem da fotogaleria abaixo.

 Svetlana Petrova e Zarathustra, o gato: Web | Instagram | Facebook

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.