A palavra desemprego é um termo invulgar em Abu Dhabi. De facto, o dia-a-dia na capital dos Emirados Árabes Unidos, que comemorou o Dia Nacional a 2 de dezembro, é sofisticado.

Esta é uma cidade dominada por habitantes com elevado poder de compra: desde executivos de grandes empresas a membros da realeza. Em Abu Dhabi o luxo pode ser para todas as idades. No Ferrari World, um parque temático criado pela marca italiana, existem modelos de Ferraris em miniatura para as crianças poderem conduzir. Já os pais podem conduzir os modelos que quiserem, como o Ferrari Fiorano de 620 cavalos. Pelas avenidas de Abu Dhabi, que à hora de ponta tem um trânsito caótico, circulam também os modelos topo de gama da Porsche, Mercedes ou BMW.

 

Uma das principais atrações é uma mesquita. A Grande Mesquita Xeque Zayed é toda em mármore branco vindo da Macedónia e tem detalhes arquitetónicos que remetem a Marrocos, Turquia e até ao Taj Mahal. A sua capacidade oficial é de 40 mil pessoas, sendo 10 mil nos três salões de oração e 30 mil no pátio central.

A vida social, sobretudo para os estrangeiros, passa muito pelos hotéis e restaurantes. O Emirates Palace é o mais luxuoso da capital, mas o Millenium Hotel e o Abu Dhabi Golf & Spa também são bastante requisitados. Famílias indianas, paquistanesas e europeias encontra-se ali muitas vezes para conviver - as centenas de rotas da companhia aérea Emirates facilitam as deslocações para todos os cantos do mundo. Entre os restaurantes da moda podemos destacar o Amalfi, de comida italiana, e o Turquoiz, para os apreciadores de marisco.

Para as melhores compras, os centros comerciais Marina Mall ou o Al Wahada Mall estão entre os eleitos. No desporto, destacam-se os jogos de rugby ou as corridas de cavalos, frequentadas por uma elite europeia ou por altos dirigentes dos Emirados.

Mais tranquila e discreta do que o Dubai, a capital Abu Dhabi recebeu avultado financiamento do Governo nos últimos anos, originando um crescimento sem precedentes. Há torres de apartamentos, de escritórios e, sobretudo, muita vida social nesta cidade que nunca dorme.