Ilha Malapascua, Filipinas

Esta ilha é o único lugar no mundo onde pode mergulhar com tubarões-debulhadores. Embora estas criaturas possam ser ocasionalmente vistas noutros locais, não há outro sítio no mundo onde possa vê-las de tão perto como nas Filipinas. Malapascua possui uma escola de mergulho especializada em visitas para ver estas criaturas ameaçadas, que, normalmente, não são uma ameaça para os seres humanos. Além de ser um dos melhores pontos para o mergulho com tubarões, a ilha também tem praias deslumbrantes.

Umkomaas, África do Sul

Esta pequena cidade costeira na província de KwaZulu Natal, na África do Sul, é mundialmente conhecida pelas incríveis oportunidades para fazer mergulho. Umkomaas oferece mergulho com ou sem gaiolas e a oportunidade de ver até 50 tubarões num único mergulho. Tem ainda a possibilidade de ver várias espécies de peixes tropicais e recifes de corais.

Bora Bora, Polinésia Francesa

Bora Bora fica no meio do Oceano Pacífico e, embora possa ser pequena, oferece várias atividades para praticar durante a sua estadia. Se gosta de mergulhar para além das praias e nas águas azuis, vai encontrar vários peixes e corais no seu parque subaquático natural. Os mergulhos com tubarões nesta área permitem aos viajantes a oportunidade de ver oito espécies de tubarões, com um mergulho raso ou snorkel.

Santa Catalina, Panamá

A vila de pescadores de Sana Catalina permaneceu relativamente desconhecida até à sua descoberta por alguns surfistas na década de 1970. No entanto, ainda é um local incrivelmente tranquilo e isolado. Panamá é o nome indígena para “abundância de peixes” e certamente faz jus ao nome com as oportunidades de mergulho que oferece. Os tubarões-baleia podem ser avistados regularmente no final de dezembro, no entanto, outras espécies de tubarões são uma visão comum para os mergulhadores durante todo o ano.

Fernando de Noronha, Brasil

Fernando de Noronha é uma das 21 ilhas da costa atlântica do Brasil e é Património Mundial da UNESCO. Além das praias, é um dos melhores destinos do mundo para mergulho. Uma visita a este paraíso não pode ser feita sem um mergulho no Cabeço da Sapata, uma montanha submarina que é habitada por tartarugas, peixes e, claro, tubarões. Embora este local seja apenas para mergulhadores altamente experientes, fazer um mergulho mais raso pode significar a observação de tubarões-martelo, entre outros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.