Recorrendo a poses inusitadas, Mark Jenkins viaja pelo mundo para ‘mexer’ com o dia a dia das pessoas. Em cada uma das cidades que visita, este artista norte-americano pretende deixar uma crítica social, destinada a desafiar o público, questionando, assim, a realidade.

Mark Jenkins chama a este projeto de Teatro Urbano, onde, com esculturas muito realistas, tem o objetivo de provocar uma serie de reações no público, questionando a forma como estamos a tratar as pessoas e o mundo.

Jenkins começou a fazer este tipo de trabalho em 2003, colocando uma figura num depósito de lixo no Rio de Janeiro, para chamar a atenção da situação das crianças nas ruas. Desde então, o artista expandiu o seu trabalho, chegando mesmo a colocar em espaços conhecidos como as Galerias Lazarides, em Londres, e no Kunsthalle Wien, em Viena, sendo inclusive financiado em cidades do mundo inteiro.

A arte de Jenkins é feita para a rua, mas também já trabalhou com os mesmos temas em ambientes naturais e fechados. Veja na galeria abaixo algumas das imagens perturbadoras de Jenkins.

Siga o artista no Instagram ou no site oficial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.