La Tomatina, como é mundialmente conhecida, realiza-se há 73 edições. Já estamos habituados a ver as ruas de Buñol e as pessoas que participam na festa cobertas de vermelho, naquela que é uma celebração insólita que já faz parte da cultura popular espanhola. Mas como tudo começou? Quem é que se lembrou de começar a atirar tomates como se não houvesse amanhã? Há uma explicação para isso e outras curiosidades que vai gostar de saber sobre a La Tomatina.

1. Como tudo começou

A primeira guerra de tomates decorreu em 1945 durante um desfile que contava com bonecos gigantes e cabeçudos, no âmbito de festas populares em Buñol. Durante o evento, um grupo de jovens fez com que um dos participantes do desfile caísse de um dos bonecos. O participante, em fúria, começou a atirar tudo o que encontrava pela frente aos jovens. No momento em que começou a disputa, o desfile passava em frente a uma banca de frutas e verduras e, a partir daí, a multidão começou a fazer guerra de tomates, até que as autoridades conseguiram pôr um fim na balbúrdia.

2. Festa proibida

Durante a década de 1950, a Tomatina foi proibida pelas autoridades. Ainda assim, algumas pessoas tentavam dar continuidade à tradição, acabando presas. A partir de 1957, após um protesto da população, a festa voltou a acontecer. A Tomatina voltou a ser suspensa mais algumas vezes até ser definitivamente reintroduzida a partir da década de 1970.

3. Sucesso nacional e internacional

Foi depois de ter sido reportada na televisão pelo jornalista Javier Basilio que a Tomatina se tornou conhecida por toda a Espanha, atraindo cada vez mais participantes. A partir de 2002, quando recebeu 50 mil visitantes, a festa foi declarada de interesse turístico internacional devido ao sucesso que tinha alcançado. A partir daí, também se começou a vender ingresso para a festa de forma a controlar o número de participantes.

4. De onde vem tanto tomate?

Calcula-se que sejam atirados mais 100 mil quilos de tomates. Os tomates vêm de uma empresa que separa para a festa o excedente de mercado e os tomates que não cumprem os requisitos básicos para serem comercializados. Assim sendo, não se pode dizer que exista um desperdício de comida, como muitos costumam apontar.

5. Guerra com regras

A Tomatina acontece na última quarta-feira de agosto. A batalha de tomates começa às 11h da manhã e decorre durante uma hora. Os participantes têm de usar uma pulseira que lhes dá acesso a área da cidade onde decorre a guerra.

E, então, esta é uma festa em que gostaria de participar? Veja as imagens da edição deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.