De acordo com as autoridades de saúde de Cuba, a vacina Soberana 02, produzida no país, poderá ser oferecida a todos os turistas que visitem Cuba.

No entanto, os visitantes terão de cumprir uma quarentena à chegada, antes de poderem ser vacinados. O isolamento é requerido e só termina após apresentação de teste negativo, que deverá ser feito ao quinto dia após a chegada ao país.

A vacina ainda se encontra em produção e está na fase III dos ensaios clínicos, mas espera que seja aprovada por reguladores locais até finais de março de 2021, segundo o Instituto Finlay de Vacinas de Havana.

Num vídeo divulgado pela televisão TeleSur, o director do instituto Finlay, Vicente Verez, refere a imunização aos turistas que visitem Cuba:

O objetivo é de vacinar a população inteira com esta vacina, cerca de 11 milhões de pessoas.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.