“O Porto é uma das nossas bases que está a crescer mais rapidamente não só em Portugal, mas em toda a Europa, onde vemos imensas pessoas que querem vir ao Porto, que é um destino de fim de semana e de ‘city break’ [viagens de curta duração] muito atrativo”, afirmou o presidente executivo da companhia aérea irlandesa de baixo custo, Michael O’Leary.

Falando numa conferência de imprensa para apresentar o calendário inverno 2017 no Porto, O’Leary antecipou que, com a entrada em operação da nova rota para Nápoles, hoje anunciada, e com as 10 novas rotas adicionais que a Ryanair irá operar no Aeroporto Francisco Sá Carneiro no próximo inverno, o total de passageiros ali transportados aumente dos atuais 3,5 milhões para quatro milhões.

O calendário inverno 2017 da companhia no Porto prevê um portfólio com 42 rotas, incluindo uma nova rota para Nápoles (duas vezes por semana) e a inclusão de 10 rotas que transitam do calendário de verão: Carcassone (França), Clermont (França), Copenhaga (Dinamarca), Edimburgo (Reino Unido), Cracóvia (Polónia), Lille (França), Lorient (França), Nuremberga (Alemanha), Estrasburgo (França) e Tenerife (Espanha), que se traduzirão num aumento de 14% do tráfego no Porto.

Do calendário constam também voos adicionais para o Luxemburgo (seis vezes por semana) e para Roma Ciampino (três vezes por semana).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.