Este sábado, dia 20 de novembro, cerca de 200 sul-coreanos chegaram à ilha, perto do litoral do Camboja, nas águas de cor azul-turquesa do Golfo da Tailândia, depois do Vietname ter lançado um programa que permite a entrada de turistas vacinados no seu território.

Entre os visitantes, estava Tae Hyeong Lee, que regressou à ilha pela terceira vez, ansioso para aproveitar as praias de areia branca.

"É maravilhoso estar aqui. É a primeira vez que viajo para fora da Coreia do Sul desde o início da pandemia", disse à AFP.

A estadia dos turistas promete ser um turbilhão de atividades e entretenimento no complexo hoteleiro de 12.000 quartos, que também conta com um parque de diversões, campo de golfe, casino, zoológico e até mesmo uma miniatura de Veneza.

Este resort de 2,8 bilhões de dólares foi inaugurado há seis meses, altura em que a COVID-19 devastava o turismo em todo mundo, e outros países, como a Tailândia, repensavam o seus modelos de turismo de massa.

Competir com a tailandesa Phuket

Antes da reabertura neste sábado, a equipa do resort Vinpearl - onde os sul-coreanos iriam ficar - limpou a praia, colocou mesas e tirou as cadeiras de praia.

"Quando soubemos que os visitantes estavam a voltar, emocionei-se muito", disse o gerente de turno Ngo Thi Bich Thuong.

Em 2019, antes da pandemia, cerca de cinco milhões de pessoas visitaram Phu Quoc. Entre os visitantes, meio milhão eram estrangeiros, a maioria de China, Coreia do Sul, Japão e Rússia.

Vingroup, o poderoso conglomerado que gere o novo complexo, quer transformar a ilha em "um novo destino internacional no mapa turístico mundial".

Para enfrentar o boom turístico, foi planeada a construção de 40.000 quartos de hotel, alguns já construídos, e outros, em andamento, ou previstos, disse à AFP o vice-presidente da Junta de Assessoria Turística do Vietname, Ken Atkinson.

"São mais chaves de hotel do que em Sydney, Austrália", disse.

O plano é transformar a ilha em algo como a mundialmente famosa ilha tailandesa de Phuket.

Em 2005, Atkinson levou um grupo de altos executivos vietnamitas a Phuket e recordou-lhes que esta vibrante cena turística tailandesa foi construída ao longo dos anos.

"No Vietname, a tendência é querer tudo de uma vez. Infelizmente, não acho que se tenha prestado atenção suficiente no benefício de longo prazo para a ilha", afirmou.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.