Oficiais da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (CBP) descobriram 3.200 comprimidos de citrato de sildenafila -  um fármaco que é vendido sob os nomes de Viagra ou Revatio - na bagagem de um homem durante um exame de bagagem de rotina. Os nove quilos de comprimidos para disfunção erétil têm um preço estimado  de cerca de US $ 96.608 (cerca de 80 mil euros).

O homem estava a viajar da Índia para Savannah, Geórgia, e os comprimidos foram encontrados durante uma inspeção. Quando questionado, o homem explicou às autoridades que os comprimidos "eram para os seus amigos" já que  são "considerados medicamentos de venda livre na Índia". Os comprimidos foram posteriormente apreendidos por importação ilegal.

Na maioria dos casos, a FDA - Food and Drug Administration, uma agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos - não permite a importação de medicamentos comprados fora dos Estados Unidos porque esses produtos geralmente têm a aprovação da FDA para uso e venda nos Estados Unidos.

Segundo um porta-voz do CBP em declarações ao Chicago Tribune, depois de detido e interrogado, o homem entregou os comprimidos e acabou por seguir viagem sem qualquer multa ou acusação.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.