Ninguém poderá negar que há poucas coisas mais terapêuticas e calmantes do que uma sessão de mimos com um grupo de cachorrinhos. É um facto cientificamente provado que os animais têm o poder de reduzir a ansiedade e o stress nos humanos.

Com esta ideia em mente, a companhia aérea norte-americana American Airlines juntou-se à associação sem fins lucrativos Assistance Dogs Australia (dedicada ao treino de cães de serviço para pessoas com dificuldades físicas e psicológicas) para uma ação muito especial no aeroporto de Sidney, na Autrália.

A ação, chamada Embark, coloca grupos de cachorrinhos junto aos balcões de check-in do aeroporto de Sidney, entre as 7h e as 9h da manhã, todas as terças e quintas-feiras, para que os passageiros possam fazer-lhes uma breve carícia antes do voo.

A iniciativa tem como objetivo aumentar a sensibilização e dar a conhecer os benefícios que os cães de serviço podem trazer a pessoas com deficiências físicas, ansiedade crónica ou autismo, enquanto promove ao mesmo tempo os serviços da associação em causa. Treinar um cão de serviço tem um custo de $35.000, um valor elevado que obriga a constantes ações de promoção para que a Assistance Dogs Australia possa reunir apoios suficientes para continuar o seu trabalho.

A exposição ao contacto humano em ambientes frenéticos e agitados como o de um aeroporto é essencial para que estes cachorrinhos, em treino para se tornarem cães de serviço, consigam desenvolver as skills necessárias para o melhor desempenho das suas funções.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.