À exceção dos dois primeiros meses do ano passado, "a pandemia teve um impacto muito importante nos resultados anuais" do setor do turismo português, grande impulsionador da economia do país e que gera mais de 8% do PIB, enfatizou o INE num comunicado.

O número de turistas estrangeiros que visitaram Portugal caiu 75,7% em comparação com 2019, para 3,99 milhões, acrescentou.

O mercado interno foi melhor do que o externo, com queda de 39,2%, para 6,5 milhões de turistas.

No total, o setor hoteleiro português acolheu 10,5 milhões de pessoas, o que representou uma queda de 61,3% no número de hóspedes, e uma queda do volume de negócios de 66,1%, para 1,4 mil milhões de euros, disse o INE.

A nível internacional, "todos os grandes mercados registaram perdas significativas, superiores a 65%", acrescentou o INE, especificando que os britânicos continuam os turistas estrangeiros mais numerosos, à frente dos alemães e espanhóis.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.