O serviço ferroviário de alta velocidade que cruza o Canal da Mancha já rinha lançado uma rota direta de Londres para Amesterdão e Roterdão em 2018, mas os passageiros que queriam fazer a viagem no sentido inverso eram obrigados a mudar de comboio em Bruxelas para passar pelo controlo de passaportes e pela triagem de segurança. O novo serviço, com lançamento previsto para 26 de outubro, será, agora, direto nos dois sentidos, tornando a viagem entre essas cidades europeias muito mais rápida e ecológica, já que resulta em 80% menos carbono por passageiro, em comparação com voos equivalentes.

Para garantir que seja feito o controlo fronteiriço, o Reino Unido irá posicionar oficiais em Amesterdão e Roterdão para que possam realizar verificações antes do embarque, como é feito em França e na Bélgica. Os comboios partem da estação Amsterdam Centraal e chegam apenas quatro horas e nove minutos depois a St Pancras International, que é outra razão convincente para escolher o comboio em vez do avião. Os passageiros também poderão ir de Roterdão a Londres em menos de três horas e meia.

Quem viajar dos Países Baixos para o Reino Unido terá de cumprir a quarentena de 14 dias, como medida de segurança contra o coronavírus. A Eurostar garantiu que os comboios são limpos antes de cada viagem e um novo sistema de mapa de assentos vai garantir que os passageiros mantenham a distância de segurança durante a viagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.