A ideia de recolher objetos que tenham tido impacto na história faz parte de um novo programa do Victoria & Albert Museum, em Londres.

O burkini azul com riscas claras à volta do peito da designer australiana Aheda Zanetti é uma das peças adquiridas pelo museu recentemente. Este "biquini" originou grande polémica com a proibição de uso nalgumas praias francesas e provocou uma onda de críticas nos países anglo-saxónicos.

Outra das peças recolhidas pelo museu foi um folheto a favor da saída do Reino Unido da União Europeia utilizado durante a campanha, antes do referendo de 23 de junho.

A bandeira que a equipa de refugiados usou durante os jogos olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 e o guiador da bicicleta usada pelo britânico Bradley Wiggins para bater o recorde de quilómetros percorridos por hora (54.526 quilómetros) em junho de 2015 foram outras das aquisições.

O Victoria & Albert Museum recebeu, em 2015, 3,9 milhões de visitantes e foi considerado o melhor Museu do Ano em junho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.