"Estamos constantemente a rever os nossos acordos de segurança em todos os nossos aeroportos ao redor do mundo, e suspendemos os voos para o Cairo durante sete dias como precaução para permitir uma avaliação mais profunda", disse a companhia em comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.