É inquestionável que um passeio à beira-mar ou umas férias na praia nos faz bem à alma. Faz-nos sentir mais relaxados. Um novo estudo vem comprovar isso e algo mais.

O estudo efetuado pela Universidade do Michigan revelou que viver num local onde tem a oportunidade de estar junto ao mar faz diminuir os níveis de stress psicológico e melhora a saúde mental.

O estudo analisou habitantes da cidade de Wellington, na Nova Zelândia, e observou a relação entre as pessoas que viviam perto do mar e as que viviam junto ao campo. Além disso, também tiveram em conta outros fatores como idade, sexo e saúde, e concluiram que estar perto do mar melhora visivelmente a saúde mental das pessoas. Amber Pierson, uma das co-autoras do estudo, revela que "o cérebro consegue processar melhor os cenários naturais, e é por isso que as férias nos proporcionam sensações de relaxamento".

No entanto, os autores do estudo admitem que ainda é necessário aprofundar mais estas questões, para analisar se há outros sentidos que interferem nesta sensação de bem-estar quando estamos junto ao mar, como por exemplo, ouvir o barulho das ondas.

Também realçam que não é possível afirmar que ter vista mar durante um feriado ou fim de semana prolongado tenha os mesmos efeitos em relação aqueles que têm uma vista para o mar mais constante. "No nosso estudo não consideramos o fator tempo, ou seja, a quantidade de tempo que os indivíduos do estudo estavam expostos ao "espaço azul".

Por outro lado, os habitantes de Wellington que viviam ou que tinham vista para espaços verdes, como floresta, parques ou campo, não demonstraram os mesmos sinais de relaxamento, comparativamente com os que tiveram contacto com o mar.

Esta conclusão contradiz um outro estudo realizado pela Universidade de Harvad que afirmava que viver no campo melhorava a saúde mental, e aumentava, inclusive, a esperança média de vida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.